sábado, 17 de fevereiro de 2018

Passatempo (Mais um Texto de Minha Autoria)


Passa o tempo
O tempo passa
Passatempo!

Flávio B. S. dos Santos
Haicai
Praia Grande-SP. – 11/02/2018

Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:
Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Rimas de um Professor Aloprado IV


Para o ladrão
Tenho guardado o sermão!

Para Deus
Tenho guardado o meu coração!


Flávio B. S. dos Santos
Praia Grande-SP. – 11/02/2018


Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:
Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Vergonha para os Professores (A melhor resposta que o ministro da educação de Temer poderia receber)

Palavras do Ministro da Educação:

"Eles (os professores) têm férias de 45 dias, aposentadoria especial, descanso pedagógico, piso nacional e até lanche grátis.
Que outro trabalhador possui tantas regalias?
É preciso enxugar tudo isso ou o país continuará quebrado..."
__________

DESABAFO PROFESSORA
Texto de autoria de Mari Fernandes (Professora do Estado de São Paulo)

Caro Senhor Ministro e burocratas do MEC:

O que leva nosso país à falência, não são nossos 45 dias de férias!

O que fale o Brasil são as férias dos políticos, os recessos brancos e o 14º salário que abocanham, sem descontar imposto de renda!

Aposentadoria ESPECIAL, quem tem são vocês políticos, que trabalham alguns anos em Brasília e incorporam os salários.

Nossa aposentadoria... Vem depois de 25 anos de MUITO trabalho. 60 horas por semana, quando queremos dar uma vida digna aos nossos filhos!
E se não formos  funcionários públicos, o professor se aposenta com no máximo quatro mil e pouco. E diga-se de passagem, mal dá para o remédio, porque depois de 25 anos trabalhando 60 horas,com certeza estaremos todos BEM debilitados!

Nosso descanso pedagógico, não é nada comparado aos quatro dias que senadores e deputados NÃO trabalham.

Em nosso descanso pedagógico, corrigimos provas, redações, projetos, elaboramos provas.

Ah! Na maioria das vezes, imprimimos as provas em casa naquela impressora que compramos dividida em 10 vezes em nosso cartão de crédito! Ao contrário dos políticos, não temos gráficas pagas com o dinheiro do povo.

Não temos dias livres para participar de festinhas de São João em nossos estados, aliás, vamos a festas de São João sim, mas aquelas em que fazemos rifas em nossas escolas para proporcionar um pouco de alegria as comunidades onde atuamos!

Piso nacional?
Bem, isso é privilégio dos políticos, Deuses do Olimpo, que decidem quando vai aumentar os próprios salários e quanto vão ganhar!

O lanchinho de GRAÇA?
Deixe-me contar uma novidade...
Talvez os Senhores, com toda sua sabedoria, não saibam... pois muitos de vocês nunca pisaram em uma sala de aula. Professores fazem vaquinha para comprar até o café que tomam nas escolas!

Quanto às regalias, bem, fico meio sem graça de expor a vida de milionários que levamos.
Nossas regalias se restringem a:
Levantar 5 horas da manhã, trabalhar até as 11 da noite... Sim, muitos de nós trabalhamos três turnos!

O terceiro turno, trabalhamos para pagar:
- A gasolina que os políticos usam;
- A casa onde moram;
- As passagens de avião;
- A gráfica que utilizam;
- Os correios para enviar cartão de aniversário para seus eleitores;
- O colégio caro que os filhos frequentam na Europa;
- O carro importado que dirigem;
- As roupas de grife que usam e os lanchinhos que comem,
(que ao contrário do nosso, custa, por mês, a faculdade de uma vida inteira de nossos filhos.)

Não, senhor Ministro e senhores burocratas comissionados, não se preocupem!

Os professores não levarão este país à falência, sabe por quê?

Porque se depender da consciência política de nossos representantes, ele já está falido.

Sim, esta falência atribuímos a todos os Senadores, Deputados, Governadores, Prefeitos e vereadores que fazem da política uma carreira e não sabem que não existe dinheiro público, o que existe:

É O DINHEIRO DO POVO!

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Rimas de um Professor Aloprado II (Mais um Texto de Minha Autoria)


Todos estão com a Folha de Redação?
Então
Prestem atenção
Na orientação!


Flávio B. S. dos Santos
Praia Grande-SP. – 10/02/2018

Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:
Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

Rimas de um Professor Aloprado I (Mais um Texto de Minha Autoria)


Muito obrigado pela atenção
Um beijo no coração
Do professor Flávio “Negão”!

Flávio B. S. dos Santos
Praia Grande-SP. – 09/02/2018


Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:
Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Ironia da Vida (Momento Leitura)

Sabe qual é a ironia da vida? 
Pensamos sempre ao contrário. Temos pressa de crescer e depois suspiramos pela infância perdida.
Perdemos a saúde para ter dinheiro e logo em seguida perdemos o dinheiro para termos saúde.
Pensamos tão ansiosamente no futuro que esquecemos o presente, assim nem vivemos o presente nem o futuro e esquecemos muitas vezes da família e amigos.
Vivemos como se nunca fôssemos morrer e morremos como se nunca tivéssemos vivido.
A Vida é feita basicamente de contrários.
A palavra Vida tem apenas Um "V", o resto é só "ida"... Desfrute do presente e da companhia de todos os que você ama!

(Autor Desconhecido)

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Pai é apenas uma palavra com três letrinhas (Momento Leitura)

Pai é apenas uma palavra com três letrinhas simples de pronunciar.
Muitas vezes é a primeira palavra que falamos quando criança, no entanto, seu significado é tão grande que poderíamos derivar frases, livros e tratados inteiros para explicar o que é ser pai.

(Autor Desconhecido)

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Carnaval - Por Arnaldo Jabor

Jamais vou entender este fenômeno chamado, Carnaval.
Um povo sofrido, roubado, explorado, muitas vezes sem perspectivas, de uma hora pra outra, explode numa alegria sem motivo... sem limites, sem pudor.
Homens que até sexta-feira, trabalharam de terno e gravata, no sábado vão para as ruas, maquiados, vestidos de mulher, sutien por cima de peitos peludos, braços e pernas cabeludas, numa imitação grotesca e sem sentido do sexo feminino.
Mulheres que se matam em trabalhos, muitas vezes degradantes e mal remunerados... sofrem nas filas de hospitais e creches, aparecem na passarela, cobertas de brilho e rebolando, como se não houvesse o amanhã.
Os canalhas no poder, adoram esta orgia sem sentido, porque pelo menos por alguns dias, o povo está olhando pro outro lado, enquanto eles continuam sugando cada gota de sangue e cada centavo que puderem roubar.
As ruas estão tomadas de foliões urrando de alegria... e eu me pergunto: VOCÊ ESTÁ ALEGRE PORQUÊ, OTÁRIO ???
Sua vida melhorou de ontem pra hoje? Seu salário aumentou?
Seu filho entrou numa boa escola? Se você cair de um trio elétrico e quebrar a cabeça, vão levar você para um bom hospital? Você terá água em casa pra tomar banho quando voltar da gandaia?
Então me explica, seu trouxa... TÁ RINDO DE QUÊ???
Você irá pra rua com esta mesma vontade, pra protestar contra esta roubalheira absurda, que está destruindo a você e o nosso país?
Por essas e outras que os governantes adoram Carnaval e eu jamais vou entender porque nosso povo é tão alienado.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

QUE TIRO FOI ESSE? - Por Arnaldo Jabor

Que tiro foi esse?
Que deram nos cérebros brasileiros roubando-lhes a capacidade de pensar sobre o que cantam e não proclamar o que encanta.

Que tiro foi esse?
Que acertou os tímpanos do nosso povo fazendo-os ouvir lixo achando que é música.

Que tiro foi esse?
Que acertou os olhos de uma nação fazendo-os cegos às mazelas do nosso país.

Que tiro foi esse?
Que paralisou o nosso povo impedindo-os de reagir aos constantes assaltos aos cofres públicos.

Que tiro foi esse?
Ah, Brasil! Que tiro foi esse que nos acertou em cheio, que roubou o nosso brilho e que nos fez retroceder?

É verdade que nós não sabemos de onde veio o tiro, mas é bem certo que esse tiro já derrubou muita gente.

Que Deus nos ajude!!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Natal - Por Cláudio Santana

Natal não é enfeite
Ou mil decorações
Natal não é presente
Em quinze prestações

O natal é o nascimento
De Cristo Salvador
Que veio a este mundo
Mostrar o que é o amor

Natal não é pinheiro
Com luzes a brilhar
Nem décimo terceiro
Pro bolso respirar

O natal é o nascimento
De Cristo Salvador
Que veio a este mundo
Mostrar o que é o amor

Natal não é um culto
Com solos e corais
Nem é amigo oculto
De cinquenta reais

O natal é o nascimento
De Cristo Salvador
Que veio a este mundo
Mostrar o que é o amor

Natal pode ter ceia
Pode até tudo faltar
Não importa o que há na mesa
Basta ter alguém pra amar

O natal pode ter tudo
Que eu disse que ele não é
Basta o aniversariante
Ser o centro da tua fé

O natal é o nascimento
De Cristo Salvador
Que veio a este mundo
Mostrar o que é o amor.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Paradoxo de Deus (Mais um texto de minha autoria)

Deus te fez diferente
Mas
Na Essência
Somos todos iguais!
Essa é a diferença.

Deus nos fez diferentes uns dos outros
E essa é a única diferença!

Flávio B. S. dos Santos
Praia Grande-SP. - 08/11/2017


Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:

Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

domingo, 28 de janeiro de 2018

Resolva o Problema (Mais um texto de minha autoria)

No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
O problema está à sua frente
Tem de resolvê-lo
Fazer o quê?
Coragem!
Resolva!

Flávio B. S. dos Santos
Intertextualidade
Praia Grande-SP. - 04/03/2012


Perdeu os meus últimos textos? Então, acesse:

Deixe, se quiser, sua crítica e/ou sugestão.

sábado, 27 de janeiro de 2018

Estrada para a Vitória (Momento Leitura)

A estrada para a Vitória não é uma Reta... existe uma Curva chamada Fracasso... um Trecho chamado Confusão... uma Lombada chamada Dificuldade... e uns Pneus Furados chamados de Inveja.

Mas se você tiver um mecânico chamado Determinação... um Motor chamado Perseverança... um Seguro chamado Fé... e um Motorista chamado Jesus... com certeza você chegará a um lugar chamado Sucesso.

(Autor Desconhecido)

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Dai pão a quem tem fome (Concurso de Redação)

Na cidade de Joinville houve um concurso de redação na rede municipal de ensino. O título recomendado pela professora foi: 'Dai pão a quem tem fome'.

Incrível, mas o primeiro lugar foi conquistado por uma menina de apenas 14 anos de idade. E ela se inspirou exatamente na letra de nosso Hino Nacional para redigir um texto, que demonstra que os brasileiros verde-amarelos precisam perceber o verdadeiro sentido de patriotismo.

Leiam e se emocionem assim como eu, o que escreveu essa jovem. É uma demonstração pura de amor à Pátria e uma lição a tantos brasileiros que já não sabem mais o que é este sentimento cívico.

Eis o que a garota escreveu:

“Certa noite, ao entrar em minha sala de aula, vi num mapa-mundi, o nosso Brasil chorar: 'O que houve, meu Brasil brasileiro?' Perguntei-lhe! E ele, espreguiçando-se em seu berço esplêndido, esparramado e verdejante sobre a América do Sul, respondeu chorando, com suas lágrimas amazônicas:

- Estou sofrendo. Vejam o que estão fazendo comigo... Antes, os meus bosques tinham mais flores e meu seio mais amores. Meu povo era heróico e os seus brados, retumbantes. O sol da liberdade era mais fúlgido e brilhava no céu a todo instante. Onde anda a liberdade, onde estão os braços fortes? Eu era a Pátria amada, idolatrada. Havia paz no futuro e glórias no passado. Nenhum filho meu fugia à luta. Eu era a terra adorada e dos filhos deste solo era a mãe gentil. Eu era gigante pela própria natureza, que hoje devastam e queimam, sem nenhum homem de coragem que às margens plácidas de algum riachinho, tenha a coragem de gritar mais alto para libertar-me desses novos tiranos que ousam roubar o verde louro de minha flâmula.

Eu, não suportando as chorosas queixas do Brasil, fui para o jardim. Era noite e pude ver a imagem do Cruzeiro que resplandece no lábaro que o nosso país ostenta estrelado. Pensei... 'Conseguiremos salvar esse país sem braços fortes?' Pensei mais... 'Quem nos devolverá a grandeza que a Pátria nos traz?'

Voltei à sala, mas encontrei o mapa silencioso e mudo, como uma criança dormindo em seu berço esplêndido.”

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Por que Orar? - Momento Leitura

“Eu posso fazer mais que orar, depois de ter orado, mas eu não posso fazer mais que orar, até que tenha orado!.”
—  John Bunyan

“Quando agimos, colhemos os frutos do nosso trabalho, mas, quando oramos, colhemos os frutos do trabalho de Deus.”
—  Hans Von Staden

“Não há nada que nos faça amar tanto uma pessoa quanto orar por ela.”
—  Willian Law

“Sempre que Deus deseja realizar algo, Ele convoca seu povo para orar.”
—  Charles Spurgeon

“Quando trabalhamos, nós trabalhamos, quando oramos, Deus trabalha.”
—  Hudson Taylor

“Eu preferiria ensinar um homem a orar do que dez homens a pregar.”
—  Charles Spurgeon

“A maior preocupação do diabo é afastar os cristãos da oração. Ele não teme os estudos, nem o trabalho e nem a religião daqueles que não oram. Ele ri de nossa labuta, zomba de nossa sabedoria, mas treme quando nós oramos.”
—  Samuel Chadwick

“O homem que mobiliza a igreja cristã para orar estará dando a maior contribuição para a história da evangelização do mundo.”
—  Andrew Murray

“Os homens podem desdenhar nossos apelos, rejeitar nossa mensagem, opor-se a nossos argumentos, desprezar-nos, mas nada podem fazer contra nossas orações.”
—  Sidlow Baxter

“Nunca pedi coisa alguma em oração sem um dia, afinal, recebê-la de alguma maneira, de alguma forma.”
—  Charles Muller

“A fé é onipotente só quando está de joelhos."
—  Autor desconhecido

"Deus nada faz a não ser em resposta à oração."
—  John Wesley

“A oração é o encontro da sede de Deus e da sede do homem.”
—  Agostinho de Hipona

“Na oração, é melhor ter um coração sem palavras do que palavras sem um coração.”

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Rui Barbosa ao avistar um ladrão roubando seus patos (Momento Leitura)

Palavras de Rui Barbosa ao avistar um ladrão roubando seus patos no quintal de sua casa:

"Oh, bucéfalo anácrono! Não o interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo ato vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares da minha elevada prosopopeia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada".

O ladrão, confuso, apenas perguntou:
"Doutor, eu levo ou deixo os patos?"

Essa situação que se sujeitou o ladrão, é quase a mesma de muitos de nós. Ficamos sem entender o significado das palavras, mas com muitas aulas com bons professores, conseguiríamos responder a Rui Barbosa sobre os patos! 😂

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Três Coisas na Vida (Momento Leitura)

❇ Há três coisas na vida que, quando passam, não voltam:
    ✔O tempo;
    ✔As palavras;
    ✔As oportunidades.

    ❇ Existem, na vida, três coisas que podem levar à destruição:
    ✔A inveja;
    ✔O orgulho;
    ✔O ódio.

    ❇ Ha três coisas que nunca devemos perder:
    ✔A fé;
    ✔O amor;
    ✔A esperança.

    ❇ Existem três coisas de grande valor na vida:
    ✔A humildade;
    ✔A sinceridade;
    ✔A amizade.

    ❇ Existem três coisas que formam o nosso caráter:
    ✔O respeito;
    ✔O compromisso;
    ✔Os valores familiares.

    ❇ Existem três pessoas que te amam e nunca te deixarão só:
    ✔OS PAIS;
    ✔OS FILHOS;
    ✔E O CRIADOR.

    ❇ Peço, a Deus, três pedidos para ti:
    ✔Que te abençoe;
    ✔Que te guie;
    ✔Que te proteja.

(Autor Desconhecido)

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Quantos gols do Pelé você viu? - (Vídeo)

Provavelmente os que sempre passam na TV quando falam sobre ele.
Pois bem, um amigo me enviou este vídeo com alguns que ele fez. São gols de todas as formas. A explosão muscular num arranque, a força, a velocidade, a impulsão, a potência e precisão do chute e os dribles são impressionantes.
Mostre este vídeo para seus amigos, filhos, netos, Maradona, Messi, Cristiano Ronaldo, Romário, Ronaldo "Fenômeno", Neymar...
Ninguém é minimamente comparável. Pelé foi um monstro, um ser de outro planeta, incomparável e provavelmente insuperável.


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Como Deus Olha para Você (Momento Leitura)

Jacó olhou para José e viu um bom filho!
Os dez irmãos olharam para José e viram um sonhador inútil!
Os viajantes olharam para José e viram um escravo!
Potifar olhou para José e viu um bom servo!
A mulher de Potifar olhou para José e viu um amante em potencial!
Os presos viram em José um prisioneiro!
Todos erraram.
Só Deus olhou para José e viu um primeiro-ministro do Egito!
Não desanime com o que as pessoas veem em você!
Deus acredita em você!

Diferentemente de muitas pessoas que você conhece, Deus nunca vai Abandonar você porque Ele Ama você demaisssss!

Jesus pagou um alto preço pelas nossas vidas.

Glorificado seja Deus.

Lucas 21:36 (Momento Leitura)

            “É o amor de JESUS que nos convoca à oração e à obediência.”

Leia Lucas 21:36

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

A Inutilidade da Ansiedade (Momento Leitura)

“Não andeis ansiosos de cousa alguma” (Filipenses 4:6)

A ansiedade crônica rouba alguns anos de vida porque provoca um acentuado dispêndio de energia. Além de ser inútil, ela entristece, adoece — física e emocionalmente — e envelhece. O pior de tudo é que a ansiedade rotineira não prejudica apenas o ansioso, mas também aqueles que convivem com ele em casa, na igreja e no trabalho, incluindo o cônjuge, os filhos e os amigos.

É para evitar esse desperdício de saúde emocional e de alegria que Paulo condena a ansiedade e oferece uma alternativa aos ansiosos. Em última análise, a ansiedade, seja ela esporádica ou crônica, é uma violência contra Deus, porque obriga o ansioso a pôr em dúvida o cuidado que Deus dispensa mais ao ser humano que às aves do céu e aos lírios dos campos (Mateus 6:25-31). Jesus coloca o discípulo ansioso no mesmo nível dos pagãos, que vivem correndo de um lado para outro atrás do que comer, beber e vestir (Mateus 6:32). O Senhor se sente injustiçado com o comportamento ansioso de seus seguidores, porque a ansiedade rouba tempo e energia que deveriam ser gastos na difícil construção de seu reino (Mateus 6:33). Quanto mais tempo se gasta na tentativa de eliminar o vício da ansiedade, mais difícil é livrar-se dela. É por isso que o pastor cubano Rafael Cepeda escreve em seu O Tempo e as Palavras: “A preocupação é, talvez, o pecado mais universal, o mais esgotante, o mais bobo e o mais inútil”.

É bom fazer um inventário de nossas possíveis causas para a ansiedade, classificando-as em determinados grupos. Mesmo que seja longa, a lista certamente não será completa. Os motivos para a ansiedade variam de pessoa para pessoa e de circunstância para circunstância.

Ao mesmo tempo que condena a ansiedade, Paulo ensina o caminho para livrar-se dela:

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6-7).

O esquema é muito simples: toda vez que surgir uma preocupação, deve-se apresentá-la diante de Deus por meio da oração suplicante misturada com ação de graças, antes que essa sensação se transforme em ansiedade. A mistura de súplica com agradecimento faz bem, pois obriga a memória a enxergar e localizar as coisas boas da vida e os livramentos passados, diminuindo a tensão interna, encorajando a oração e trazendo a tranquilidade.

O resultado não demora: a paz de Deus, “que ninguém consegue entender” (Filipenses 4:7, NTLH) ou “que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender” (Filipenses 4:7, BV) ou “que transcende toda a compreensão humana” (Filipenses 4:7, Phillips), ocupará o lugar que seria da ansiedade.

(Texto recebido via Whatsapp.)

Salmo 32:8 (Momento Leitura)

“Eu o instruirei e o ensinarei no caminho que você deve seguir, eu o aconselharei e cuidarei de você.”

Salmo 32:8

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Filho que Ama os Pais (Momento Leitura)

Um filho entra junto com seu pai em um pequeno restaurante de bairro, planejando dividir com ele um belo almoço e uma tarde agradável. Seu pai já é bem idoso e tem certa dificuldade de controlar o movimento de seus braços e mãos. Portanto, enquanto come, ele derruba pedaços de alimento por todo lado, sujando sua roupa e o chão. Os outros clientes parecem incomodados, e olham para os dois com cara de nojo. Mas o filho não se abala, e segue conversando com seu pai num tom calmo e relaxado.

Quando ambos terminam de almoçar, o filho levanta sem demostrar nenhum sinal de constrangimento, e segue com seu pai em direção ao toalete. Lá dentro ele limpa os restos de comida do rosto enrugado do idoso, tenta remover as manchas da sua roupa, e ajeita com carinho seu cabelo e seus óculos tortos.

No momento em que ambos deixam o banheiro, o restaurante está em completo silêncio. Ninguém entende porque estes dois homens se sujeitariam a tal vexame. Se dirigindo ao garçom, o filho paga a conta e segue em direção a saída. Quando os dois estão quase na porta, um senhor se levanta de repente e pergunta: "Você tem certeza de que não está deixando nada para trás?".

O filho, surpreso, responde: "Não, não estou". Mas o estranho retruca: "Você está sim deixando algo aqui. Você acabou de deixar um exemplo para todos os filhos presentes neste restaurante, além de deixar esperançosos os seus pais.".

Esta é uma bonita lição. Apesar de às vezes não pensarmos nisso, poder cuidar daqueles que um dia cuidaram de nós é uma grande honra. Nossos pais se esforçaram a vida toda para nos criar da melhor maneira possível, com amor e paciência. Quando ficam mais velhos, são eles que precisam da nossa dedicação, e merecem todo o nosso respeito nesta última etapa de sua existência.

(Autor Desconhecido)

sábado, 16 de dezembro de 2017

Mãe é de graça - Por Martha Medeiros (Momento Leitura)

O mundo não é maternal.

É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto. Quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela, mas é um erro de cálculo. Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora não é nem um pouco maternal conosco.
O mundo não se importa se estamos desagasalhados e passando fome. Não liga se virarmos a noite na rua, não dá a mínima se estamos acompanhados por maus elementos. O mundo quer defender o seu, não o nosso.

Mãe também quer que a gente tenha boa aparência, mas está mais preocupada com a nossa limpeza interna: não quer que a gente se drogue, que a gente fume, que a gente beba.

O mundo nos olha superficialmente. Não consegue enxergar através. Não detecta nossa tristeza, nosso queixo que treme, nosso abatimento. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa.

O mundo, quando não concorda com a gente, nos pune, nos rotula, nos exclui. O mundo não tem doçura, não tem paciência, não para para nos ouvir. O mundo pergunta quantos eletrodomésticos temos em casa e qual é o nosso grau de instrução, mas não sabe nada dos nossos medos de infância, das nossas notas no colégio, de como foi duro arranjar o primeiro emprego.

Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática, chega a ser até corruptível se oferecermos em troca alguma atenção. Sofre no lugar da gente, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo propriamente dito exige eficiência máxima, seleciona os mais bem-dotados e cobra caro pelo seu tempo.
Mãe é de graça!

Salmo 1:1 (Momento Leitura)

                        “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.”

Salmo 1:1

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA QUE VENCEU CONCURSO DA UNESCO

Tema: "Como vencer a  pobreza e a desigualdade".
Autora: Clarice Zeitel Vianna  Silva.
UFRJ -  Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro- RJ.

Leia e entusiasme-se!
------------------------------------------------

PÁTRIA MADRASTA  VIL

Onde já se viu tanto excesso de falta?
Abundância de inexistência...
Exagero de escassez...
Contraditórios?
Então aí está!
O novo nome do nosso país!
Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.
Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.
O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de  contradições.
Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe.
Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil, está mais para madrasta vil.
A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira.'
Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.
E mesmo há 200 anos não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir.
Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação  pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela  falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa.
A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade.
Uma segue a outra...
Sem nenhuma contradição!
É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem  esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam  hipócritas, mudanças que transformem!
A mudança que nada muda é só mais uma contradição.
Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos,  mas não ensinam a pescar.
E a educação libertadora entra aí.
O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito.
Não aprendeu o que é ser cidadão.
Porém,  ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura.
As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar  (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)...
Mas estão elas preparadas para isso?
Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro para fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos,  possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.
Afinal, de que serve um governo que não administra?
De que serve uma mãe que não afaga?
E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um  todo. Sem egoísmo.
Cada um por todos.
Algumas perguntas,  quando autoindagadas, se tornam elucidativas.
Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil?
Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil?
Ser tratado como cidadão ou excluído?
Como gente... Ou como  bicho?

-----------------------------------------------------------

Premiada pela Unesco,  Clarice Zeitel Vianna Silva,  26,  estudante que termina Faculdade de Direito da Ufrj em julho,  concorreu com outros 50 mil estudantes universitários. Ela acaba de voltar  de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas  para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) por uma  redação sobre  'Como vencer a pobreza e a desigualdade.'  A  redação de Clarice  intitulada  'Pátria Madrasta Vil', foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A  publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.

Aos poucos iremos acordar este  "BRASIL".

Salmo 45:1 (Momento Leitura)

“De boas palavras transborda o meu coração. Ao Rei consagro o que compus; a minha língua é como a pena de habilidoso escritor.”

Salmo 45:1

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mergulhado no Espírito Santo (Momento Leitura)

Três jovens chegaram para o pastor e perguntaram:
-Pastor, a Palavra diz "enchei-vos do Espírito Santo", mas como se faz isso?
O pastor lhes entregou uma peneira e disse:
-Vão até o rio e encham essa peneira com água, quando conseguirem vocês terão a resposta.
Os três jovens foram um tanto quanto duvidosos. Chegando no rio, eles tentaram, porém não conseguiram.
Dois disseram:
- Aquele pastor está louco! Vamos embora, caso contrário ficaremos o dia todo aqui.
Horas mais tarde, o pastor foi até aquele rio e encontrou apenas um dos jovens que mergulhava a peneira e levantava, repetidas vezes.
Ao ver o pastor o jovem disse meio triste:
-Ah, pastor, quando eu mergulho a peneira no rio ela fica cheia, mas quando tiro ela esvazia!
Ele disse:
-Essa é a sua resposta, meu jovem! Você só poderá ser cheio do Espírito Santo enquanto permanecer mergulhado nele!

Se sair, esvazia.

(Autor Desconhecido)

Conhecimento da Palavra de Deus

“O conhecimento da Palavra de DEUS nos livra de meros palpites.”

sábado, 9 de dezembro de 2017

Introdução ao Direito: Primeiro Dia de Aula (Momento Leitura)

Primeiro dia de aula.
O professor de 'Introdução ao Direito' entrou na sala e a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:
- Qual é o seu nome?
- Chamo-me Nelson, Senhor.
- Saia de minha aula e não volte nunca mais! - gritou o desagradável professor.
Nelson estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala.
Todos estavam assustados e indignados, porém ninguém falou nada.
- Agora sim! - vamos começar.
- Para que servem as leis? - perguntou o professor.
Seguiam assustados ainda os alunos, porém pouco a pouco começaram a responder à sua pergunta:
- Para que haja uma ordem em nossa sociedade.
- Não! - respondia o professor.
- Para cumpri-las.
- Não!
- Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.
- Não!
- Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!
- Para que haja justiça - falou timidamente uma garota.
- Até que enfim! É isso, para que haja justiça.
E agora, para que serve a justiça?
Todos começaram a ficar incomodados pela atitude tão grosseira.
Porém, seguíamos respondendo:
- Para salvaguardar os direitos humanos...
- Bem, que mais? - perguntava o professor.
- Para diferençar o certo do errado, para premiar a quem faz o bem...
- Ok, não está mal porém respondam a esta pergunta:
"Agi corretamente ao expulsar Nelson da sala de aula?"
Todos ficaram calados, ninguém respondia.
- Quero uma resposta decidida e unânime!
- Não! - responderam todos a uma só voz.
- Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?
- Sim!
- E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para praticá-las? Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos. Não voltem a ficar calados, nunca mais!
Vou buscar o Nelson - Disse. Afinal, ele é o professor, eu sou aluno de outro período.

Aprenda: Quando não defendemos nossos direitos, perdemos a dignidade e a dignidade não se negocia.
O povo é forte. Juntos somos mais do que eles. Pagar a conta do que eles fazem é demais.
Sei que quase ninguém leu, mas serve para o que estamos passando hoje na política do Brasil.

Precisamos tomar as rédeas do nosso país
Estamos à deriva, jogados, sem ninguém por nós.
Estamos pensando no carnaval.
Preparem se, pois,  quando passar o carnaval, só vem bomba!

(Autor Desconhecido)

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Haverá um Dia: Rosinha, Garotinho, Genuíno, Serra, Lula, Neves, Cabral, Temer (Momento Leitura)

Haverá um dia em que todos voltaremos a ser felizes. Será o dia em que "Rosinha" será apenas uma flor, "Garotinho" apenas uma criança, "Genuíno" será algo verdadeiro, "Serra" será apenas um acidente geográfico, "Genro" apenas o marido da filha, "Lula" apenas um molusco marinho, "Neves" apenas um símbolo do inverno e "Cabral" será lembrado por descobrir o Brasil.
E então não teremos mais nada a "TEMER".

I João 4:7 (DEUS é amor) - Momento Leitura

“Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de DEUS; e todo aquele que ama é nascido de DEUS e conhece a DEUS.”

I João 4:7 (DEUS é amor)

O Choro (Momento Leitura)

"Choramos por vários motivos, ou de alegria ou de tristeza, mas, que acima de tudo, o nosso choro sirva para regar a nossa fé."

(Autor Desconhecido)

domingo, 3 de dezembro de 2017

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Impressão Digital (Momento Leitura)

Quando tocamos em algo, deixamos as nossas impressões digitais. Quando tocamos nas vidas das pessoas, deixamos nossa identidade.

A vida é boa quando você está feliz. Mas a vida é muito melhor quando os outros estão felizes por causa de você.

Nada na natureza vive para si mesmo. Os rios não bebem sua própria água; as árvores não comem seus próprios frutos. O sol não brilha para si mesmo; e as flores não espalham sua fragrância para si.

Jesus não se sacrificou por si mesmo, mas por nós. Viver para os outros é uma regra da natureza. Todos nós nascemos para ajudar uns aos outros.

Não importa quão difícil seja a situação em que você se encontra; continue fazendo o bem!

Gratidão é Tudo.

(Autor Desconhecido)

Provérbios 28:13 (Momento Leitura)

“O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.”

Provérbios 28:13

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

MANUAL PARA A VIDA - Por PAULO ANDRÉ CHENSO (Médico e Professor em Londrina)

NA SAÚDE: 
1.  Beba muita água;

2.  Coma mais o que nasce em árvores e plantas;

3.  Viva com os 3 E's: Energia, Entusiasmo e Empatia;

4.  Arranje 30 min por dia para ORAR sozinho;

5.  Faça atividades  que ative seu cérebro;

6.  Leia mais livros.

7.  Sente-se em silêncio, pelo menos,  10 min por dia;

8.  Durma 8h por dia;

9.  Faça caminhadas de 20 min a 60 min, por dia e, enquanto caminhar, sorria.

NA PERSONALIDADE: 👤
11.  Não compare a sua vida com a dos outros;

12.  Não tenha pensamentos negativos;

13.  Não se exceda;

14.  Não se torne demasiadamente sério;

15.  Não desperdice a sua energia com fofocas;

16.  Sonhe mais;

17.  Inveja é uma perda de tempo. Agradeça a Deus pelo que possui!

18.  Esqueça questões do passado. Jesus já jogou no mar do esquecimento, faça o mesmo;

19.  A vida é curta demais para odiar alguém. Perdoe;

20.  Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;

21.  Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;

22.  A vida é uma escola e você está nela para aprender. Não fique repetindo o ano;

23.  Sorria e gargalhe mais;

24.  Não necessite ganhar todas as discussões. Saiba perder;

NA SOCIEDADE: 👥👥
25.  Entre mais em contato com sua família;

26.  Dê algo de bom aos outros,  diariamente;

27.  Perdoe a todos por tudo;

28.  Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;

29.  Tente fazer sorrir, pelo menos três pessoas por dia;

30.  Não se importe com o que os outros pensam de você;

31.  O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Não se estresse.

NO SEU DIA A DIA: 🌞
32.  Faça o que é correto;

33.  Desfaça-se do que não é útil;

34.  Lembre-se: DEUS cura tudo;

35.  Por melhor ou pior que a situação seja... ela mudará...tudo passa;

36.  Não interessa como se sente, levante, arrume-se e apareça;

37.  O melhor ainda está por vir;

38.  Quando acordar de manhã, agradeça a DEUS pela graça de estar vivo;

39.  Mantenha seu coração sempre feliz.


 Diga  em  silêncio:
- Jesus, eu  preciso  de  ti  dentro  do  meu  coração!

Mateus 4:4 (A tentação de JESUS) - Momento Leitura

“JESUS, porém, respondeu: ‘Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de DEUS’.”

Mateus 4:4 (A tentação de JESUS)