sábado, 31 de janeiro de 2015

Projeto "Carta para o Futuro 2013" - Abertura do Baú (Terceirão) - Escola Celestin Freinet

Projeto "Resgatando o prazer em escrever cartas: Carta para o Futuro 2013"

Abertura do Baú

O Projeto “Carta para o Futuro” tem como objetivo trabalhar a transformação do indivíduo com o passar dos anos, o crescimento gramatical e linguístico dos alunos e o envolvimento social da turma.

São projetos como este que valorizam o ser humano em sua totalidade.















 

----------------------------------------------------------------
“A função do educador/professor é fazer o aluno pensar, superar desafios, compreender o mundo e torná-lo melhor a cada dia.”

Obrigado, querido aluno, por acreditar, confiar e "embarcar" nos projetos propostos. Vocês são os verdadeiros protagonistas de todo o processo cognitivo. Aprendo cada vez mais com vocês!!!

Obrigado, também, Equipe Escola Celestin Freinet, por dar apoio e por confiar em meu trabalho.

Deus os abençoe.
Abraços.

------------------------------------------------------
"As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz." (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

-------------------------------------------------
Prof. Esp. Flávio dos Santos
(Técnica de Redação e Empreendedorismo)




Publicação de Textos de Alunos do Colégio Vila Verde no Recanto das Letras - 2014

Projeto “Pequenos Escritores, Grandes Poetas:
Diário de Um Escritor”

"Educação conectada com a construção de projetos de vida!" (OPEE)

Lista de Alunos do Colégio Vila Verde
com publicações de textos no Recanto das Letras

São projetos como este que valorizam o ser humano em sua totalidade.


“Quando, um dia, em algum lugar distante de tudo e de todos, plantamos uma semente, ela certamente se espalhará dando muitos e muitos frutos. Assim acontece com quem escreve: mais cedo ou mais tarde seu talento será descoberto e suas palavras serão lidas por muita gente. (Autor Desconhecido)


1) Raphaely S. (1.ª Série - E.M.)
http://www.recantodasletras.com.br/autores/levytchan

2) Larissa G. (1.ª Série - E.M.)
http://www.recantodasletras.com.br/biografias/4945435



________________________________________________________________________________

“A função do educador/professor é fazer o aluno pensar, superar desafios, compreender o mundo e torná-lo melhor a cada dia.”

Obrigado, querido aluno, por acreditar, confiar e "embarcar" nos projetos propostos.
Abraços.

______________________________________

As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz. (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)


Prof. Esp. Flávio dos Santos
(Produção Textual)




Mal do Século (Por Arnaldo Jabor) - Momento Leitura

Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: 'Digam o que disserem, o mal do século é a solidão'. Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicas, chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.

Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos personal dance, incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida?

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances sexuais dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão 'apenas' dormir abraçados; sabe essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção.

Tornamo-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a 'sentir', só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós. Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos, unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase inacessíveis. Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas e aceitar essa verdade de cara limpa.

Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô, gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, 'pague mico', saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois.

Quem disse que ser adulto é ser ranzinza, um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra que pensar nele.

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida. 

Antes idiota que infeliz!

(Arnaldo Jabor)

O Trabalho Enobrece o Homem



sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Fábula da Convivência (Momento Leitura)

        Durante a era glacial, muito remota, quando parte do globo terrestre estava coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições do clima hostil. Foi então que uma grande manada de porco-espinho, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, e se juntar mais e mais.
        Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro. E todos juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente, se aqueciam, enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso. Porém, por ironia da vida, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhe forneciam mais calor, aquele calor vital, questão de vida ou morte. E se afastaram feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se, por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes.
        Contudo, essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco, com jeito, com precaução, de tal forma que unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos.
        Assim, suportaram-se, resistindo à longa era glacial.
        Sobreviveram.
       
É fácil trocar as palavras…
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado…
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto…
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos…
Difícil é reter o seu calor!
É fácil sentir o amor…
Difícil é conter a sua torrente!


----------------------------------------------
(Autor desconhecido)
Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

Maior do que qualquer obstáculo, luta... é o que está em mim!



domingo, 25 de janeiro de 2015

BIG BROTHER BRASIL (BBB) - Texto atribuído a Luiz Fernando Veríssimo

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço... A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.
Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...
Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido”. Não sei se será divertido, porém parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.
Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, submete-se a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.
Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?
Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados...
Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia. Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna. Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.
O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. E aí vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
Veja o que está por de trá$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão. Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros? Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!
Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.
Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa; ir ao cinema, estudar, ouvir boa música, cuidar das flores e jardins, telefonar para um amigo, visitar os avós, pescar, brincar com as crianças, namorar ou simplesmente dormir?
Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.

(Texto atribuído a Luiz Fernando Veríssimo)

Fonte:





sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Big Gincana COC Novomundo 2009


Colégio COC Novomundo 2009

Big Gincana.

Valeu, Galerinha, pelo carinho.
Foi uma honra ter sido professor de vocês!
Abraços e beijos.





















Ficamos em Terceiro lugar nesta Gincana Escola.
______________________________________________


“A função do educador/professor é fazer o aluno pensar, superar desafios, compreender o mundo e torná-lo melhor a cada dia.”

____________________________________________________
As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz. (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Homenagem aos Professores - Alunos da Escola Celestin Freinet

Obrigadão, queridos alunos da Escola Celestin Freinet! Vocês sabem nos surpreender!
Foi uma honra ter sido professor de vocês! Jamais os esquecerei!

Aos colegas e amigos da Escola,
Foi uma honra ter trabalhado junto com vocês!

Aprendi muito com todos!






Deus os abençoe.
Abraços e beijos.

Prof. Flávio

Ame o que faz - Por Steve Jobs




O Tempo (Momento Leitura)

Era uma vez uma ilha onde moravam todos os sentimentos: a Alegria, a Tristeza, a Vaidade, o Amor e outros.
Um dia avisaram aos moradores desta ilha que a mesma ia ser inundada. Apavorado o Amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem. Ele disse:
- Fujam! A ilha será inundada!
Todos correram e pegaram seus barquinhos para irem até um morro bem alto.
Quando estava quase se afogando, correu para pedir ajuda. Vinha vindo a riqueza e o Amor disse:
- Riqueza, leva-me com você?
- Não posso, meu barco está cheio de prata e ouro, você não vai caber.
Passou a Vaidade, e disse o Amor:
- Vaidade, leva-me contigo?
- Não posso, você vai sujar meu barco novo.
Daí passou a Tristeza:
- Tristeza, leva-me com você?
- Amor, estou triste e por isso preciso ir sozinha.
Passou a Alegria, mas ela estava tão alegre que nem me ouvia!
Já desesperado e achando que iria ficar só, o Amor começou a chorar.
Daí então passou um barquinho com um velhinho e falou:
Sobe Amor, eu te levo!
O Amor ficou tão feliz que até se esqueceu de perguntar o nome do velhinho.
Chegando ao topo do morro ele perguntou à Sabedoria:
- Sabedoria, quem era aquele velhinho que me trouxe até aqui?
Ela respondeu:
- O Tempo.
Perguntou o Amor:
- Mas por que só o Tempo me trouxe aqui?
Respondeu a Sabedoria:
- Porque só o tempo é capaz de entender um grande Amor!

(Autor desconhecido)

Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Cuidado com o caminho que você escolhe...

Porque sorrir faz bem à saúde!



Recomeçar (Momento Leitura)


Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou, o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.
Chorou muito?
Foi limpeza da alma.
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.
Sentiu-se só por diversas vezes?
É porque fechou a porta até para os outros.
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da sua melhora.
Pois é!
Agora é hora de iniciar, de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso, ou aquele velho desejo de apender a pintar,
desenhar, dominar o computador, ou qualquer outra coisa?
Olha quantos desafios.
Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus esperando você.
Tá se sentindo sozinho?
Besteira!
Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento",
tem tanta gente esperando apenas um sorriso seu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado, até a boca ficar amarga.
Recomeçar!
Hoje é um bom dia para começar novos desafios.
Onde você quer chegar?
Ir alto.
Sonhe alto,
queira o melhor do melhor, queira coisas boas para a vida.
Pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos.
Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos.
Já se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.
Joga fora tudo que prende você ao passado,
ao mundinho de coisas tristes, fotos,
peças de roupa, papel de bala, ingressos de cinema,
bilhetes de viagens e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente, esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida, para um novo amor.

Lembre-se: somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas, nós somos o "Amor".
--------------------------------------------
(Autor: Paulo Roberto Gaefke)

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Premiação: Isabella N. - Concurso de Poesias e Crônicas (Projeto "Pequenos Escritores, Grandes Poetas")

Parabéns, querida aluna Isabela, por mais esta conquista.
Foi uma honra ter sido o teu orientador.


2012 (São Vicente-SP) Cerimônia de Premiação na Câmara. Concurso de Poesias e Crônicas.


São projetos como este que valorizam o ser humano em sua totalidade.

Isto também é Empreendedorismo

Colégio Integração.
Projeto "Pequenos Escritores, Grandes Poetas"


Que Deus te abençoe cada vez mais.

Veja mais sobre este momento em minha página: Fbs Comunicações


-----------------------------------------
"As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz." (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

Já é noite... Como o tempo passou! - Momento Leitura

   
Quando você se levantou pela manhã, eu já havia preparado o sol para aquecer o seu dia e o alimento para a sua nutrição. Sim, eu providenciei tudo isso enquanto vigiava e guardava o seu sono, a sua família e a sua casa. Esperei pelo seu “Bom-dia”! Mas você se esqueceu... Bem, você parecia ter tanta pressa que eu perdoei. O sol apareceu, as flores deram seu perfume, a brisa da manhã lhe acompanhou e você nem pensou que eu é que havia preparado tudo para você. Seus familiares sorriram, seus colegas lhe saudaram, você trabalhou, estudou, viajou, realizou negócios, alcançou vitórias... mas você nem percebeu que Eu é que estava cooperando com você. Teria ajudado mais se você tivesse Me dado uma chance... eu sei, você corre tanto... eu lhe perdoei. Você leu bastante, ouviu muita coisa, viu, mas ainda não teve tempo de ler ou ouvir a minha Palavra. Eu quis falar, porém você não parou para Me ouvir. Eu quis até lhe aconselhar, mas você nem pensou nessa possibilidade. Seus olhos, seus pensamentos, seus lábios seriam melhores. O mal seria menor e o bem seria muito maior em sua vida.

A chuva caiu à tarde, foram minhas lágrimas por sua ingratidão, entretanto foi também a minha bênção sobre a terra para que não lhe falte o pão e a água. Você trabalhou, ganhou dinheiro, que não foi mais porque você não Me deixou ajudar. Mais uma vez, você se esqueceu de mim. Esqueceu que eu desejo sua participação no meu reino, com sua vida, seu tempo, seus talentos e seu dinheiro também.

Findou o seu dia. Você voltou para casa. Mandei a lua e as estrelas tornarem a noite mais bonita para lembrar-lhe do meu amor por você.

Certamente, agora você vai dizer um “Obrigado” e “Boa-noite”... psiu... Está Me ouvindo? ... Já dormiu... Que pena! Durma bem, eu ficarei velando você.
 JESUS



“Como vê, amigo, o mundo não está como queremos. Porém, está melhor do que merecemos.”


(Autor desconhecido)

Sangue do meu Sangue: Porque sorrir faz bem à saúde!

Porque sorrir faz bem à saúde!


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Não Tenho Tempo (Por Neimar de Barros) - Momento Leitura

Sabe meu filho, até hoje não tive tempo para brincar com você.
Arranjei tempo para tudo, menos para ver você crescer.
Nunca joguei dominó, dama, xadrez ou batalha naval com você.
Percebo que você me rodeia, mas sabe, sou muito importante e não tenho tempo...

Sou importante para inúmeros convites sociais, uma série de compromissos inadiáveis... E largar tudo isso para sentar no chão com você?
Não, não tenho tempo!

Um dia você veio com o caderno da escola para o meu lado, não liguei, continuei lendo jornal. Afinal, os problemas internacionais são mais sérios que os da minha casa. Nunca vi seu boletim nem sei quem é sua professora, não sei nem qual foi sua primeira palavra, também, você entende... Não tenho tempo.
De que adianta saber as mínimas coisas de você se eu tenho outras grandes coisas a saber?

Puxa, como você cresceu!
Você já passou da minha cintura. Está alto! Eu não havia reparado isso. Aliás, não reparo quase nada, minha vida é corrida, e quando tenho tempo, prefiro usá-lo lá fora. E se uso aqui, perco-me calado diante da TV, porque a TV é importante e me informa muito...

Sabe, meu filho, a última vez que tive tempo para você, foi numa cama, quando o fizemos!
Sei que você se queixa, que você sente falta de uma palavra, de uma pergunta minha, de um corre-corre, de um chute na sua bola. Mas eu não tenho tempo...

Sei que você sente falta do abraço e do riso, do andar a pé até a padaria para comprar guaraná, do andar a pé até o jornaleiro para comprar "Pato Donald", mas sabe, há quanto tempo não ando a pé na rua? Não tenho tempo...

Mas você entende, sou um homem importante, tenho que dar atenção a muita gente, dependo delas...
Filho, você não entende de comércio... Na realidade, sou um homem sem tempo!
Sei que você fica chateado, porque as poucas vezes que falamos é monólogo, só eu falo, e noventa e nove por cento é bronca.

Quero silêncio, quero sossego, e você tem a péssima mania de vir correndo sobre a gente, você tem mania de querer pular nos braços dos outros...
Filho, não tenho tempo para abraçá-lo, não tenho tempo para ficar com papo-furado com criança.

Filho, o que você entende de computador, comunicação, cibernética, racionalismo? Você sabe quem é Marcuse, Mac Luan? Como é que vou parar para conversar com você?


Sabe filho, não tenho tempo, mas o pior de tudo, o pior de tudo é que se você morresse agora, já, neste instante, eu ficaria com um peso na consciência, porque até hoje não arrumei tempo para brincar com você.


(Autor: Neimar de Barros)

O Gigante dorme um sono profundo: Escândalo da Petrobrás

Pois é...

sábado, 17 de janeiro de 2015

O Valor do Estudo: Estudando já está difícil conseguir as coisas... imagine sem o estudo...

O Valor do Estudo:
Estudando já está difícil conseguir as coisas... imagine sem o estudo... Realmente não dá!


"As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz." (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

“Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.” Mateus 5:16

"Não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer que a sua alma goze do bem do seu trabalho. Vi que também isso vem da mão de DEUS." (Eclesiastes 2:24)

Eletrônicos ou Manuais? Qual é a tua?

Qual é a tua?


O Tempo é Eternidade - Por William Shakespeare

“O Tempo é muito lento para os que esperam,
Muito rápido para os que têm medo,
Muito longo para os que lamentam,
Muito curto para os que festejam.
Mas, para os que amam,

O Tempo é eternidade!”

(William Shakespeare)

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Carta Pessoal: Resgatando o prazer em escrever cartas - Colégio COC Novomundo 2011

Gênero Epistolar (Carta)

São projetos como este que valorizam o ser humano em sua totalidade.



A carta, durante séculos, representou um dos mais eficientes meios de comunicação a distância. Filósofos, religiosos, reis, em diferentes partes do mundo, utilizaram o gênero epistolar “carta” para ensinar, pregar, orientar, comandar, informar ou comunicar algo a distância.
Hoje, com a Internet, a carta perde seu caráter essencialmente comunicativo, pois o e-mail, torpedo, celular e outras formas de comunicação são muito mais rápidos e objetivos que as cartas.
Então as cartas irão desaparecer?
Muitos pensaram que, com o surgimento do cinema, o teatro desaparecia e ele não desapareceu. Muitos pensaram que, com o surgimento da televisão, o cinema iria desaparecer e isso não ocorreu. Certamente isso também não ocorrerá com a carta. É possível a coexistência de diferentes gêneros textuais.


O que é preciso observar é que a carta, se por um lado perde seu caráter prático de comunicação, devido a outros meios de comunicação, como o e-mail, por outro lado, ela acentua seu caráter estilístico. Uma coisa é enviar um e-mail para alguém, outra é redigir uma carta.







------------------------------------------------------------------------
“A função do educador/professor é fazer o aluno pensar, superar desafios, compreender o mundo e torná-lo melhor a cada dia.”

Obrigado, querido aluno, por acreditar, confiar e "embarcar" nos projetos propostos. Vocês são os verdadeiros protagonistas de todo o processo cognitivo. Aprendo cada vez mais com você!


Obrigado, também, Equipe Colégio COC Novomundo, por dar apoio e por confiar em meu trabalho.



Um grande abraço a todos e Sucesso!
Deus os abençoe.


------------------------------------------------------
"As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz." (Ralph W. Emerson)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)

“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

-------------------------------------------------
Prof. Esp. Flávio dos Santos
(Técnica de Redação)