sexta-feira, 31 de outubro de 2014

O que é mais importante: FÉ, ESPERANÇA ou AMOR? - Momento Leitura

            Um dia, a , a ESPERANÇA e o AMOR saíram pelo mundo para ajudar os aflitos, e tentavam ver qual dos três seria capaz de realizar o melhor trabalho para que as pessoas se aproximassem mais de Deus.
            À beira da estrada da vida encontraram um homem pobre que sofria com uma doença que o deixara paralítico desde o nascimento. Mendigava às almas caridosas a fim de sobreviver.
            Diante daquela situação, a tomou a frente da ESPERANÇA e do AMOR para resolver o caso. Disse: “Esperem aqui, vou realizar minha obra na vida daquele infeliz e tirá-lo daquela situação.”
            A trouxe ao homem a palavra de Deus e, assim que elas foram reproduzidas no coração dele, imediatamente ele rebelou-se contra aquela situação e usou a que tinha no seu coração para determinar sua cura.
No momento em que orava, seus ossos e juntas foram tornando-se firmes até que finalmente ficou em pé e saltou de alegria! Não precisaria ficar mais à beira da estrada para mendigar e muito menos padecer todas as dores de antes.
            Porém, passadas algumas horas, o homem não tinha para onde ir. Nem casa, nem profissão que lhe dessem condições de estabelecer-se na vida. Nesse momento a ESPERANÇA sentiu que era chegada a sua vez de trabalhar. Ela o levou para o alto duma montanha e fez com que ele visse os férteis campos da terra. Desta maneira, foi mudando o seu coração e ele entendeu que poderia prosperar.
            Movido pela força da ESPERANÇA, ele se pôs a caminho. Logo conseguiu um emprego em uma fazenda próxima e rapidamente aprendeu a cultivar a terra. Em pouco tempo, tinha juntado o suficiente para comprar seu próprio campo.
            Com e ESPERANÇA, o homem renovava suas forças a cada dia. Em poucos anos expandiu grandemente seus negócios. Suas colheitas eram exportadas por navios, alcançando portos de todo o mundo. Teve muitos empregados e tornou-se o homem mais rico da terra.
            A e a ESPERANÇA estavam satisfeitas com o maravilhoso trabalho que haviam produzido na vida daquele homem. Então disseram ao AMOR: “Não se preocupe em realizar a sua obra. Veja que, juntas, mudamos completamente a vida deste homem, fazendo-o forte e próspero.”
            Assim, o AMOR partiu em busca de alguém a quem pudesse ajudar.
            O império daquele homem expandia-se por todo lado, de forma que eram tantas as posses que muitas delas sequer ele nem conhecia. Viajou o mundo inteiro e nada mais havia que o surpreendesse.
Mas com o passar do tempo o homem foi ficando triste e enfastiado. “Tenho tudo o que o homem possa desejar”, dizia ele, “mas ainda me sinto vazio.”
            A e a ESPERANÇA, vendo isso, passaram a conversar sobre o que podiam fazer para torná-lo forte como antes… ele agora não precisava do milagre da cura nem de esperança para crer no sucesso do seu futuro, pois já era muito rico.
            Então as duas foram correndo em busca do AMOR para pedir-lhe ajuda.
            O AMOR voltou com elas e realizou sua obra no coração daquele homem que, ao sentir AMOR, passou a entender Deus e a sua extraordinária obra. Surgiu a necessidade de ajudar outros com os mesmos problemas que os seus.
            Assim, a e a ESPERANÇA entenderam que, embora suas obras tivessem sido de grandeza extraordinária… com o passar do tempo, sem AMOR, tudo perdia o sentindo.
           
A é instantânea… a ESPERANÇA permanece por mais tempo… Entretanto, o AMOR, ESTE NÃO ACABA NUNCA!!!

            Por isso… “Deus AMOU o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Bíblia – João 3:16)
           
            Foi por AMOR a você que Ele fez isso. Portanto, pela , receba a Jesus como Senhor e Salvador da sua vida! Você vai ter a ESPERANÇA da palavra de Deus e experimentará o incomparável AMOR do Pai!


(Autor desconhecido)
Obs.: Se alguém descobrir o Autor deste texto, avise-me; para que seja dado o devido crédito.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Quando não se investe em Educação dá nisto:


Quando não se investe em Educação dá nisto:

domingo, 26 de outubro de 2014

Política

Um Bom Empreendedor (22): Política

Palavra-chave: Política.
Um Bom Empreendedor, também, é aquele que participa ativamente da vida Política da sua Cidade, do seu Estado e do seu País!


Flávio B. S. dos Santos
Praia Grande-SP. – 09/2012














sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O segredo de sua conduta - Momento Leitura

                  Um dia um grande rei sonhou com uma raposa pulando para cima e para baixo no seu lindo palácio. Acordou revoltado e inquieto, chamou os ministros e narrou o sonho. Ele queria uma resposta, uma interpretação. Ninguém sabia explicar, quanto mais ele contava o sonho menos as pessoas compreendiam e as respostas que davam eram tolas ou falsas.
               O rei decidiu dar uma recompensa àquele que trouxesse uma resposta coerente e mandou que o arauto real saísse a espalhar a notícia.
               Ivan voltava para casa depois de um dia duro, estava tão cansado que sentou à sombra de uma árvore para repousar e começou a pensar:
               - Ah, que bom seria se eu soubesse decifrar o sonho. Poderia me tornar
rico, mas ai de mim, como são ilusórios esses pensamentos.
               - Você quer mesmo saber o significado do sonho? - disse uma voz suave do alto da árvore. Ivan olhou e viu um lindo pássaro colorido.
               - Ó passarinho encantador, porque você não me conta o significado do sonho, se é que você sabe?
               O pássaro bateu as asas e pulando para um galho mais baixo disse:
               - Vou lhe contar se prometer me dar metade da recompensa que receberá do rei.
               Ivan concordou. E o pássaro falou:
               - A raposa pulando significa que a atmosfera está cheia de falsidade. O palácio é o símbolo do reino e a raposa é o símbolo da falsidade. O rei deveria ser muito cauteloso com aqueles que estão ao seu redor.
               Agradecendo ao pássaro, Ivan partiu em direção ao palácio. Chegando lá ele viu o rei na sala de audiência cercado de astrólogos, sacerdotes, eruditos, videntes, mas pelo ar pensativo que ele tinha Ivan percebeu que não estava satisfeito. Aproximou-se, saudou o rei e pediu licença para interpretar o sonho em particular. O rei o atendeu. A sós Ivan narrou o que sabia. O rei ficou satisfeito, recompensou-lhe com uma imensa quantia e o apresentou a todos como um sábio.
               No dia seguinte, enquanto fazia o caminho de volta para casa, Ivan ia feliz, mas se lembrou que deveria dividir o dinheiro com o pássaro e ficou triste. Decidiu que iria para casa viver a sua vida e esqueceu o pássaro. Casou-se construiu uma bela mansão e viveu feliz durante alguns anos.
               Um belo dia um mensageiro do rei bate à sua porta. Outro sonho precisava ser decifrado. O rei queria vê-lo o mais depressa possível. Ivan disse que
estaria no palácio no outro dia cedo, porém pediu ao mensageiro que lhe narrasse o novo sonho. O rei sonhou que um deslumbrante punhal oscilava sobre o palácio, especialmente à volta da cúpula do palácio. Ivan passou a noite inteira pensando em uma resposta e nada lhe ocorria. O jeito era procurar o pássaro.
               Depois de ouvir as desculpas de Ivan, o pássaro disse:
               -Tudo bem, eu lhe conto desde que você me dê metade do que receber. Ivan concordou.
               - Há violência na atmosfera. O punhal é o símbolo da violência, o palácio é
o símbolo do reino e a cúpula é a cabeça do reino. O reino e o rei estão cercados de inimigos que estão tramando desencadear violência. O rei deveria ficar de atalaia.
               Ivan corre ao encontro do rei para lhe narrar o significado.
               O rei fica satisfeito com o resultado e dá uma quantia maior do que a primeira vez. Ivan retorna feliz e ao ver a árvore de longe se entristece e pensa: “Por que eu tenho que dividir o que é meu? E se o pássaro ficar zangado e for contar toda a verdade ao rei?”.
               Automaticamente apanha uma pedra e esconde no bolso. Ao vê-lo o pássaro voa até um galho mais baixo e é atingido em cheio pela pedrada, mas mesmo assim ainda encontra forças para fugir. Ivan vai para casa e vive feliz.
               Anos depois recebe a visita de outro mensageiro. Fica desesperado por que precisa interpretar mais um sonho, desta vez o rei sonhou com lindos carneiros, brancos como a neve saltitando por seu palácio. O mensageiro percebe que Ivan está relutante, com desculpas, volta e conta tudo ao comandante das tropas que imediatamente o procura com ameaça de morte por desobediência.         Ivan chora a noite toda arrependido. O seu arrependimento lhe deu coragem para procurar o pássaro e o encontra não muito longe.
               - O rei lhe procurou outra vez? – perguntou o pássaro.
               - Sim.
               - Você promete me dá metade do que receber?
               - Acredite, eu lhe darei tudo.
               - Pois muito bem, o sonho significa que a atmosfera está cheia de paz e inocência. O rei não tem nada a temer.
               Ivan vai ao palácio conta ao rei a sua interpretação e retorna com muito
mais dinheiro. Vai até a árvore e diz:
               - Ó bondoso pássaro, aqui está tudo conforme lhe prometi e vou agora até a minha casa pegar o restante que lhe roubei. Por favor, perdoe-me.
               - Espere, eu não o censuro por sua conduta passada. Na primeira vez você foi tentado a me enganar porque havia falsidade no ar. Na segunda vez você foi violento comigo porque havia violência no ar. Você é como qualquer pessoa comum, governado pelo espírito que domina o ambiente. Poucos são os que não se deixam influenciar.
               O pássaro despediu-se.
               - E o dinheiro? – perguntou o rapaz.
               - Eu não preciso. Se tivesse necessidade dele eu mesmo teria ido até o rei.

               Adeus. Desejo-lhe uma vida feliz e sensata.

(Autor Desconhecido)
Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

São Paulo F.C.

Um bom Empreendedor, também, é aquele que gosta de Esporte e sabe Torcer:
São Paulo Futebol Clube



Mais um Título Internacional para a Coleção: Copa Euzébio 2013