quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Quantos gols do Pelé você viu? - (Vídeo)

Provavelmente os que sempre passam na TV quando falam sobre ele.
Pois bem, um amigo me enviou este vídeo com alguns que ele fez. São gols de todas as formas. A explosão muscular num arranque, a força, a velocidade, a impulsão, a potência e precisão do chute e os dribles são impressionantes.
Mostre este vídeo para seus amigos, filhos, netos, Maradona, Messi, Cristiano Ronaldo, Romário, Ronaldo "Fenômeno", Neymar...
Ninguém é minimamente comparável. Pelé foi um monstro, um ser de outro planeta, incomparável e provavelmente insuperável.


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Como Deus Olha para Você (Momento Leitura)

Jacó olhou para José e viu um bom filho!
Os dez irmãos olharam para José e viram um sonhador inútil!
Os viajantes olharam para José e viram um escravo!
Potifar olhou para José e viu um bom servo!
A mulher de Potifar olhou para José e viu um amante em potencial!
Os presos viram em José um prisioneiro!
Todos erraram.
Só Deus olhou para José e viu um primeiro-ministro do Egito!
Não desanime com o que as pessoas veem em você!
Deus acredita em você!

Diferentemente de muitas pessoas que você conhece, Deus nunca vai Abandonar você porque Ele Ama você demaisssss!

Jesus pagou um alto preço pelas nossas vidas.

Glorificado seja Deus.

Lucas 21:36 (Momento Leitura)

            “É o amor de JESUS que nos convoca à oração e à obediência.”

Leia Lucas 21:36

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

A Inutilidade da Ansiedade (Momento Leitura)

“Não andeis ansiosos de cousa alguma” (Filipenses 4:6)

A ansiedade crônica rouba alguns anos de vida porque provoca um acentuado dispêndio de energia. Além de ser inútil, ela entristece, adoece — física e emocionalmente — e envelhece. O pior de tudo é que a ansiedade rotineira não prejudica apenas o ansioso, mas também aqueles que convivem com ele em casa, na igreja e no trabalho, incluindo o cônjuge, os filhos e os amigos.

É para evitar esse desperdício de saúde emocional e de alegria que Paulo condena a ansiedade e oferece uma alternativa aos ansiosos. Em última análise, a ansiedade, seja ela esporádica ou crônica, é uma violência contra Deus, porque obriga o ansioso a pôr em dúvida o cuidado que Deus dispensa mais ao ser humano que às aves do céu e aos lírios dos campos (Mateus 6:25-31). Jesus coloca o discípulo ansioso no mesmo nível dos pagãos, que vivem correndo de um lado para outro atrás do que comer, beber e vestir (Mateus 6:32). O Senhor se sente injustiçado com o comportamento ansioso de seus seguidores, porque a ansiedade rouba tempo e energia que deveriam ser gastos na difícil construção de seu reino (Mateus 6:33). Quanto mais tempo se gasta na tentativa de eliminar o vício da ansiedade, mais difícil é livrar-se dela. É por isso que o pastor cubano Rafael Cepeda escreve em seu O Tempo e as Palavras: “A preocupação é, talvez, o pecado mais universal, o mais esgotante, o mais bobo e o mais inútil”.

É bom fazer um inventário de nossas possíveis causas para a ansiedade, classificando-as em determinados grupos. Mesmo que seja longa, a lista certamente não será completa. Os motivos para a ansiedade variam de pessoa para pessoa e de circunstância para circunstância.

Ao mesmo tempo que condena a ansiedade, Paulo ensina o caminho para livrar-se dela:

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6-7).

O esquema é muito simples: toda vez que surgir uma preocupação, deve-se apresentá-la diante de Deus por meio da oração suplicante misturada com ação de graças, antes que essa sensação se transforme em ansiedade. A mistura de súplica com agradecimento faz bem, pois obriga a memória a enxergar e localizar as coisas boas da vida e os livramentos passados, diminuindo a tensão interna, encorajando a oração e trazendo a tranquilidade.

O resultado não demora: a paz de Deus, “que ninguém consegue entender” (Filipenses 4:7, NTLH) ou “que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender” (Filipenses 4:7, BV) ou “que transcende toda a compreensão humana” (Filipenses 4:7, Phillips), ocupará o lugar que seria da ansiedade.

(Texto recebido via Whatsapp.)

Salmo 32:8 (Momento Leitura)

“Eu o instruirei e o ensinarei no caminho que você deve seguir, eu o aconselharei e cuidarei de você.”

Salmo 32:8

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Filho que Ama os Pais (Momento Leitura)

Um filho entra junto com seu pai em um pequeno restaurante de bairro, planejando dividir com ele um belo almoço e uma tarde agradável. Seu pai já é bem idoso e tem certa dificuldade de controlar o movimento de seus braços e mãos. Portanto, enquanto come, ele derruba pedaços de alimento por todo lado, sujando sua roupa e o chão. Os outros clientes parecem incomodados, e olham para os dois com cara de nojo. Mas o filho não se abala, e segue conversando com seu pai num tom calmo e relaxado.

Quando ambos terminam de almoçar, o filho levanta sem demostrar nenhum sinal de constrangimento, e segue com seu pai em direção ao toalete. Lá dentro ele limpa os restos de comida do rosto enrugado do idoso, tenta remover as manchas da sua roupa, e ajeita com carinho seu cabelo e seus óculos tortos.

No momento em que ambos deixam o banheiro, o restaurante está em completo silêncio. Ninguém entende porque estes dois homens se sujeitariam a tal vexame. Se dirigindo ao garçom, o filho paga a conta e segue em direção a saída. Quando os dois estão quase na porta, um senhor se levanta de repente e pergunta: "Você tem certeza de que não está deixando nada para trás?".

O filho, surpreso, responde: "Não, não estou". Mas o estranho retruca: "Você está sim deixando algo aqui. Você acabou de deixar um exemplo para todos os filhos presentes neste restaurante, além de deixar esperançosos os seus pais.".

Esta é uma bonita lição. Apesar de às vezes não pensarmos nisso, poder cuidar daqueles que um dia cuidaram de nós é uma grande honra. Nossos pais se esforçaram a vida toda para nos criar da melhor maneira possível, com amor e paciência. Quando ficam mais velhos, são eles que precisam da nossa dedicação, e merecem todo o nosso respeito nesta última etapa de sua existência.

(Autor Desconhecido)

sábado, 16 de dezembro de 2017

Mãe é de graça - Por Martha Medeiros (Momento Leitura)

O mundo não é maternal.

É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto. Quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela, mas é um erro de cálculo. Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora não é nem um pouco maternal conosco.
O mundo não se importa se estamos desagasalhados e passando fome. Não liga se virarmos a noite na rua, não dá a mínima se estamos acompanhados por maus elementos. O mundo quer defender o seu, não o nosso.

Mãe também quer que a gente tenha boa aparência, mas está mais preocupada com a nossa limpeza interna: não quer que a gente se drogue, que a gente fume, que a gente beba.

O mundo nos olha superficialmente. Não consegue enxergar através. Não detecta nossa tristeza, nosso queixo que treme, nosso abatimento. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa.

O mundo, quando não concorda com a gente, nos pune, nos rotula, nos exclui. O mundo não tem doçura, não tem paciência, não para para nos ouvir. O mundo pergunta quantos eletrodomésticos temos em casa e qual é o nosso grau de instrução, mas não sabe nada dos nossos medos de infância, das nossas notas no colégio, de como foi duro arranjar o primeiro emprego.

Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática, chega a ser até corruptível se oferecermos em troca alguma atenção. Sofre no lugar da gente, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo propriamente dito exige eficiência máxima, seleciona os mais bem-dotados e cobra caro pelo seu tempo.
Mãe é de graça!

Salmo 1:1 (Momento Leitura)

                        “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.”

Salmo 1:1

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA QUE VENCEU CONCURSO DA UNESCO

Tema: "Como vencer a  pobreza e a desigualdade".
Autora: Clarice Zeitel Vianna  Silva.
UFRJ -  Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro- RJ.

Leia e entusiasme-se!
------------------------------------------------

PÁTRIA MADRASTA  VIL

Onde já se viu tanto excesso de falta?
Abundância de inexistência...
Exagero de escassez...
Contraditórios?
Então aí está!
O novo nome do nosso país!
Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.
Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.
O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de  contradições.
Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe.
Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil, está mais para madrasta vil.
A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira.'
Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.
E mesmo há 200 anos não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir.
Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação  pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela  falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa.
A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade.
Uma segue a outra...
Sem nenhuma contradição!
É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem  esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam  hipócritas, mudanças que transformem!
A mudança que nada muda é só mais uma contradição.
Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos,  mas não ensinam a pescar.
E a educação libertadora entra aí.
O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito.
Não aprendeu o que é ser cidadão.
Porém,  ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura.
As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar  (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)...
Mas estão elas preparadas para isso?
Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro para fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos,  possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.
Afinal, de que serve um governo que não administra?
De que serve uma mãe que não afaga?
E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um  todo. Sem egoísmo.
Cada um por todos.
Algumas perguntas,  quando autoindagadas, se tornam elucidativas.
Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil?
Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil?
Ser tratado como cidadão ou excluído?
Como gente... Ou como  bicho?

-----------------------------------------------------------

Premiada pela Unesco,  Clarice Zeitel Vianna Silva,  26,  estudante que termina Faculdade de Direito da Ufrj em julho,  concorreu com outros 50 mil estudantes universitários. Ela acaba de voltar  de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas  para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) por uma  redação sobre  'Como vencer a pobreza e a desigualdade.'  A  redação de Clarice  intitulada  'Pátria Madrasta Vil', foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A  publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.

Aos poucos iremos acordar este  "BRASIL".

Salmo 45:1 (Momento Leitura)

“De boas palavras transborda o meu coração. Ao Rei consagro o que compus; a minha língua é como a pena de habilidoso escritor.”

Salmo 45:1

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mergulhado no Espírito Santo (Momento Leitura)

Três jovens chegaram para o pastor e perguntaram:
-Pastor, a Palavra diz "enchei-vos do Espírito Santo", mas como se faz isso?
O pastor lhes entregou uma peneira e disse:
-Vão até o rio e encham essa peneira com água, quando conseguirem vocês terão a resposta.
Os três jovens foram um tanto quanto duvidosos. Chegando no rio, eles tentaram, porém não conseguiram.
Dois disseram:
- Aquele pastor está louco! Vamos embora, caso contrário ficaremos o dia todo aqui.
Horas mais tarde, o pastor foi até aquele rio e encontrou apenas um dos jovens que mergulhava a peneira e levantava, repetidas vezes.
Ao ver o pastor o jovem disse meio triste:
-Ah, pastor, quando eu mergulho a peneira no rio ela fica cheia, mas quando tiro ela esvazia!
Ele disse:
-Essa é a sua resposta, meu jovem! Você só poderá ser cheio do Espírito Santo enquanto permanecer mergulhado nele!

Se sair, esvazia.

(Autor Desconhecido)

Conhecimento da Palavra de Deus

“O conhecimento da Palavra de DEUS nos livra de meros palpites.”

sábado, 9 de dezembro de 2017

Introdução ao Direito: Primeiro Dia de Aula (Momento Leitura)

Primeiro dia de aula.
O professor de 'Introdução ao Direito' entrou na sala e a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:
- Qual é o seu nome?
- Chamo-me Nelson, Senhor.
- Saia de minha aula e não volte nunca mais! - gritou o desagradável professor.
Nelson estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala.
Todos estavam assustados e indignados, porém ninguém falou nada.
- Agora sim! - vamos começar.
- Para que servem as leis? - perguntou o professor.
Seguiam assustados ainda os alunos, porém pouco a pouco começaram a responder à sua pergunta:
- Para que haja uma ordem em nossa sociedade.
- Não! - respondia o professor.
- Para cumpri-las.
- Não!
- Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.
- Não!
- Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!
- Para que haja justiça - falou timidamente uma garota.
- Até que enfim! É isso, para que haja justiça.
E agora, para que serve a justiça?
Todos começaram a ficar incomodados pela atitude tão grosseira.
Porém, seguíamos respondendo:
- Para salvaguardar os direitos humanos...
- Bem, que mais? - perguntava o professor.
- Para diferençar o certo do errado, para premiar a quem faz o bem...
- Ok, não está mal porém respondam a esta pergunta:
"Agi corretamente ao expulsar Nelson da sala de aula?"
Todos ficaram calados, ninguém respondia.
- Quero uma resposta decidida e unânime!
- Não! - responderam todos a uma só voz.
- Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?
- Sim!
- E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para praticá-las? Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos. Não voltem a ficar calados, nunca mais!
Vou buscar o Nelson - Disse. Afinal, ele é o professor, eu sou aluno de outro período.

Aprenda: Quando não defendemos nossos direitos, perdemos a dignidade e a dignidade não se negocia.
O povo é forte. Juntos somos mais do que eles. Pagar a conta do que eles fazem é demais.
Sei que quase ninguém leu, mas serve para o que estamos passando hoje na política do Brasil.

Precisamos tomar as rédeas do nosso país
Estamos à deriva, jogados, sem ninguém por nós.
Estamos pensando no carnaval.
Preparem se, pois,  quando passar o carnaval, só vem bomba!

(Autor Desconhecido)

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Haverá um Dia: Rosinha, Garotinho, Genuíno, Serra, Lula, Neves, Cabral, Temer (Momento Leitura)

Haverá um dia em que todos voltaremos a ser felizes. Será o dia em que "Rosinha" será apenas uma flor, "Garotinho" apenas uma criança, "Genuíno" será algo verdadeiro, "Serra" será apenas um acidente geográfico, "Genro" apenas o marido da filha, "Lula" apenas um molusco marinho, "Neves" apenas um símbolo do inverno e "Cabral" será lembrado por descobrir o Brasil.
E então não teremos mais nada a "TEMER".

I João 4:7 (DEUS é amor) - Momento Leitura

“Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de DEUS; e todo aquele que ama é nascido de DEUS e conhece a DEUS.”

I João 4:7 (DEUS é amor)

O Choro (Momento Leitura)

"Choramos por vários motivos, ou de alegria ou de tristeza, mas, que acima de tudo, o nosso choro sirva para regar a nossa fé."

(Autor Desconhecido)

domingo, 3 de dezembro de 2017

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Impressão Digital (Momento Leitura)

Quando tocamos em algo, deixamos as nossas impressões digitais. Quando tocamos nas vidas das pessoas, deixamos nossa identidade.

A vida é boa quando você está feliz. Mas a vida é muito melhor quando os outros estão felizes por causa de você.

Nada na natureza vive para si mesmo. Os rios não bebem sua própria água; as árvores não comem seus próprios frutos. O sol não brilha para si mesmo; e as flores não espalham sua fragrância para si.

Jesus não se sacrificou por si mesmo, mas por nós. Viver para os outros é uma regra da natureza. Todos nós nascemos para ajudar uns aos outros.

Não importa quão difícil seja a situação em que você se encontra; continue fazendo o bem!

Gratidão é Tudo.

(Autor Desconhecido)

Provérbios 28:13 (Momento Leitura)

“O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.”

Provérbios 28:13

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

MANUAL PARA A VIDA - Por PAULO ANDRÉ CHENSO (Médico e Professor em Londrina)

NA SAÚDE: 
1.  Beba muita água;

2.  Coma mais o que nasce em árvores e plantas;

3.  Viva com os 3 E's: Energia, Entusiasmo e Empatia;

4.  Arranje 30 min por dia para ORAR sozinho;

5.  Faça atividades  que ative seu cérebro;

6.  Leia mais livros.

7.  Sente-se em silêncio, pelo menos,  10 min por dia;

8.  Durma 8h por dia;

9.  Faça caminhadas de 20 min a 60 min, por dia e, enquanto caminhar, sorria.

NA PERSONALIDADE: 👤
11.  Não compare a sua vida com a dos outros;

12.  Não tenha pensamentos negativos;

13.  Não se exceda;

14.  Não se torne demasiadamente sério;

15.  Não desperdice a sua energia com fofocas;

16.  Sonhe mais;

17.  Inveja é uma perda de tempo. Agradeça a Deus pelo que possui!

18.  Esqueça questões do passado. Jesus já jogou no mar do esquecimento, faça o mesmo;

19.  A vida é curta demais para odiar alguém. Perdoe;

20.  Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;

21.  Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;

22.  A vida é uma escola e você está nela para aprender. Não fique repetindo o ano;

23.  Sorria e gargalhe mais;

24.  Não necessite ganhar todas as discussões. Saiba perder;

NA SOCIEDADE: 👥👥
25.  Entre mais em contato com sua família;

26.  Dê algo de bom aos outros,  diariamente;

27.  Perdoe a todos por tudo;

28.  Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;

29.  Tente fazer sorrir, pelo menos três pessoas por dia;

30.  Não se importe com o que os outros pensam de você;

31.  O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Não se estresse.

NO SEU DIA A DIA: 🌞
32.  Faça o que é correto;

33.  Desfaça-se do que não é útil;

34.  Lembre-se: DEUS cura tudo;

35.  Por melhor ou pior que a situação seja... ela mudará...tudo passa;

36.  Não interessa como se sente, levante, arrume-se e apareça;

37.  O melhor ainda está por vir;

38.  Quando acordar de manhã, agradeça a DEUS pela graça de estar vivo;

39.  Mantenha seu coração sempre feliz.


 Diga  em  silêncio:
- Jesus, eu  preciso  de  ti  dentro  do  meu  coração!

Mateus 4:4 (A tentação de JESUS) - Momento Leitura

“JESUS, porém, respondeu: ‘Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de DEUS’.”

Mateus 4:4 (A tentação de JESUS)

sábado, 18 de novembro de 2017

Prova de Biologia - Só Rindo (Momento Leitura)

Pergunta: Defina a estrutura e a origem dos Lisossomos.

Resposta:
Com dinheiro, ricos somos.
Sem dinheiro, Lisossomos.

Ageu 1:6 (Momento Leitura)

“Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado.”

Ageu 1:6

sábado, 11 de novembro de 2017

Ser Pai

“Não é o sangue que faz um Pai, mas sim sua capacidade de amar aquele que chama de filho.”

Mateus 5:4 (O sermão do Monte – As bem-aventuranças) - Momento Leitura

"Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.”

Mateus 5:4 (O sermão do Monte – As bem-aventuranças)

As Minhas Ações Determinam a Coletividade

Se eu Reciclo
Você Também Pode Reciclar...

Se eu Não Desperdiço Água
Você Também Não Pode.

Se eu Posso Reutilizar a Água da Máquina de Lavar
Você Também Pode Reutilizar...

Se eu Não Deixo Luzes Acesas Desnecessariamente
Você Também Não Pode Deixar.

Se eu só Compro o Necessário (não sou consumista)
Você Também Pode...

Se eu Não Jogo Lixo em Lugares Inapropriados
Você também não Pode.

Se eu Uso Sacolas de Nylon ao Ir ao Supermercado
Você também Pode...

E se eu Compartilho Todas as Minhas Atitudes em Prol da Sustentabilidade
Outras Pessoas Também Serão Motivadas a um Movimento
Coletivo e Sustentável!




Flávio B. S. dos Santos

Praia Grande-SP. – 09/09/2017

terça-feira, 7 de novembro de 2017

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Titanic (Momento Leitura)

Meu bisavô me contou que quando viu o Titanic, avisou todas as pessoas desde o início que o barco afundaria, mas o ignoraram.

E por ele ser uma boa pessoa, avisou novamente que afundaria e muitos morreriam... mas o mandaram ficar quieto.

Ele não desistiu e avisou novamente, e novamente e em diversas ocasiões... até que o expulsaram do cinema.

Mateus 4:17 (A tentação de JESUS) - Momento Leitura

“Daí por diante, passou JESUS a pregar e a dizer: Arrependei-vos, por que está próximo o reino de céus.

Mateus 4:17 (A tentação de JESUS)

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

II Crônicas 7:14 (Momento Leitura)

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra."

II Crônicas 7:14

sábado, 28 de outubro de 2017

Gênesis 1:14 (A criação dos céus e da terra e de tudo o que neles há) - Momento Leitura

“Disse também DEUS: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos.”

Gênesis 1:14 (A criação dos céus e da terra e de tudo o que neles há)

terça-feira, 24 de outubro de 2017

sábado, 14 de outubro de 2017

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Poluição do solo (Momento Leitura)


Assim como existe a poluição do ar, pelos resíduos gasosos e partículas lançados pelas chaminés e escapamentos de veículos, e a poluição da água, pelo lançamento de resíduos líquidos das casas e das indústrias, também existe a poluição do solo. Ela é causada pelo lançamento de resíduos sólidos ao solo, mais uma vez vindos das casas e das fábricas. Resíduos sólidos são o que normalmente costumamos chamar de lixo das cidades.

Uma cidade de 1 milhão de habitantes necessita recolher e transportar cerca de cem caminhões de lixo diariamente! Isso, sem contar o lixo produzido pelas indústrias.

Mas esse ainda não é o maior problema. A grande dificuldade está em onde colocar todo esse lixo.

Em geral, o lixo de uma cidade é enterrado em aterros sanitários, ou é queimado em incineradores, ou transformado em adubo nas fábricas de composto. Só que em muitas cidades nada disso é feito. O lixo é simplesmente jogado em terrenos baldios nos arredores da cidade, onde servem de ambiente à proliferação de moscas, baratas, ratos e urubus! E, como se não bastasse, o lixo, ao decompor-se, produz um líquido chamado chorume, que se infiltra nos solos causando sua intoxicação, podendo torná-los estéreis, além de poluir as águas dos poços e lençóis subterrâneos.

Argel Branco. Ecologia da Cidade. São Paulo: Moderna, 1991.

Salmo 119:171 (Momento Leitura)

“Os meus lábios transbordarão de louvor, pois me ensinares os teus decretos.”

Salmo 119:171

terça-feira, 3 de outubro de 2017

A IMPORTÂNCIA DA RECICLAGEM DO LIXO (Momento Leitura)

Como e por que separar o lixo?

A reciclagem reduz, de forma importante, impacto sobre o meio ambiente: diminui as retiradas de matéria-prima da natureza, gera economia de água e energia e reduz a disposição inadequada do lixo. Além disso, é fonte de renda para os catadores.

A preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Uma das mais importantes é a reciclagem do lixo. As vantagens da separação do lixo doméstico ficam cada vez mais evidentes. Além de aliviar os lixões e aterros sanitários, chegando até eles apenas os rejeitos (restos de resíduos que não podem ser reaproveitáveis), grande parte dos resíduos sólidos gerados em casa pode ser reaproveitada. A reciclagem economiza recursos naturais e gera renda para os catadores de lixo, parte da população que depende dos resíduos sólidos descartados para sobreviver.

Segundo a última pesquisa Nacional de Saneamento Básico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são recolhidas no Brasil cerca de 180 mil toneladas diárias de resíduos sólidos. O rejeito é resultante de atividades de origem urbana, industrial, de serviços de saúde, rural, especial ou diferenciada. Esses materiais gerados nessas atividades são potencialmente matéria prima e/ou insumos para produção de novos produtos ou fonte de energia.

Mais da metade desses resíduos é jogado, sem qualquer tratamento, em lixões a céu aberto. Com isso, o prejuízo econômico passa dos R$ 8 bilhões anuais. No momento, apenas 18% das cidades brasileiras contam com o serviço de coleta seletiva. Ao separar os resíduos, estão sendo dados os primeiros passos para sua destinação adequada. Com a separação é possível: a reutilização; a reciclagem; o melhor valor agregado ao material a ser reciclado; as melhores condições de trabalho dos catadores ou classificadores dos materiais recicláveis; a compostagem; menor demanda da natureza; o aumento do tempo de vida dos aterros sanitários e menor impacto ambiental quando da disposição final dos rejeitos.

(Adaptado de http://www.mma.gov.br/informma/item/8521-como-e-porqu%C3%AA-separar-o-lixo)

Salmo 104:33 (Momento Leitura)

Cantarei ao Senhor toda minha vida; louvarei ao meu DEUS enquanto eu viver.”

Salmo 104:33

domingo, 1 de outubro de 2017

Isaías 40:31 (Momento Leitura)

            “Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águia: correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fadigarão.”

Isaías 40:31

sábado, 30 de setembro de 2017

Escrever Bem - Por Antônio Carlos Viana

"Escrever bem é questão de vontade, dedicação e exercício."

Antônio Carlos Viana

A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (Momento Leitura)

Os anúncios estão sempre nos dizendo que seremos mais felizes se escolhermos esse novo carro. Dizem até que ficaremos mais atraentes se usarmos este xampu ou aquele desodorante.

O consumismo e a pressão pelo sucesso estão criando uma epidemia de infelicidade para pessoas que não conseguem alcançar as metas colocadas à sua frente.

John Lane, escritor e educador britânico, para a revista Vida Simples (26.ed. Maio de 2005)

Salmo 69 (O lamento do Messias) - Momento Leitura

“Estou cansado de clamar; a minha garganta se secou; os meus olhos desfalecem esperando o meu DEUS.”

Salmo 69 (O lamento do Messias)

Subentendido


"Subentender é conhecer, prever, ou entender através do auxílio da inteligência aquilo que não está expresso ou esclarecido. É supor, admitir ou entender mentalmente através de uma interpretação. Uma coisa subentendida é implicitamente compreendida."

Fonte:
https://www.significados.com.br/subentendido/ - Acessado em 30/09/2017.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Mateus 5:34, 35 e 36 (Dos juramentos) - Momento Leitura

“Eu, porém vos digo: de modo algum jureis; nem pelo céu, por ser o trono de DEUS; nem pela terra, por ser estrado de seus pés; nem por Jerusalém por ser cidade do grande Rei; nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto.”

Mateus 5:34, 35 e 36 (Dos juramentos)


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

COMO O DIABO DERRUBA UM HOMEM OU UMA MULHER DE DEUS (Momento Leitura)

As 3 primeiras armas são:

1) Dinheiro
2) Orgulho
3) Vida sentimental 
E a 4ª arma é....

Agora vamos a nossa história para você descobrir qual é a 4ª arma usada pelo diabo para destruir os que fazem a obra de Deus.
Havia um irmão em uma igreja que tinha sucesso em tudo o que fazia. Tinha comunhão com Deus e andava em santidade, orando, jejuando e lendo a Bíblia. Aonde ele ia, desenvolvia o trabalho. E mais, muitas pessoas se convertiam, pois, ali havia curas, milagres etc.
O diabo, vendo isso, fez uma reunião no inferno e enviou o primeiro demônio, a pomba-gira. E ela falou para o irmão: Eu vou te derrubar!
O irmão logo amarrou o que o demônio falou, orou, jejuou, leu a Bíblia, fortaleceu o seu casamento, e ela foi embora.
O diabo convocou mais uma reunião e resolveu mandar o espírito da avareza para encher os olhos do irmão de ambição material. 
Novamente, o irmão orou, jejuou, leu a Bíblia, sacrificou tudo o que tinha e o diabo caiu por terra.
Revoltado, o diabo enviou o espírito do orgulho para encher o coração do irmão de orgulho próprio. 
Mas o irmão orou, jejuou, leu a Bíblia, e se humilhou diante de Deus. E, mais uma vez, o diabo caiu por terra.
O diabo viu que todas as suas tentativas tinham sido frustradas. Irado, resolveu mandar aqueles três demônios ficarem na igreja daquele irmão para ver onde ele errava. E para lá eles foram, só estudando e marcando os passos dele.
Um dia, os três demônios, ainda sem pegar nada que pudessem usar contra o irmão, viram outro demônio passar por aquela igreja. Vinha ele lá de longe, devagar, usando bengala, com uma aparência cansada. 
E os três demônios começaram a zombar dele. “Seu velho cansado, o que está fazendo por aqui?” 
E então perguntaram o nome dele. Ele olhou de lado, abriu um sorriso lateral sarcástico e disse: “Meu nome?  Eu sou o espírito do tempo. E vocês, o que fazem por aqui?”
E os outros demônios lhe contaram sua missão e como tinham fracassado até agora. 
Daí ele disse aos três: “Esperem que eu vou dar ordem quando vocês devem agir.” 
E disse mais: “Não tenham pressa, pois eu sei como trabalhar.” 
E aquele demônio sutilmente começou a agir. 
Primeiro, tirou o tempo daquele irmão enchendo sua agenda de coisas para fazer. 
Logo, ele não tinha mais tempo para jejuar, e enfraqueceu. 
Depois, tirou o tempo daquele irmão para não ler mais a Bíblia, e ele não mais ouviu a voz de Deus. E sem ouvir a voz de Deus, sua comunhão esfriou. 

Foi aí então que aquele demônio deu a ordem para os outros entrarem em ação. E, assim, aquele irmão que arrebentava, caiu.
O tempo é a 4ª arma usada pelo diabo para esfriar a fé dos que não perseveram. 
Às vezes, ele nos faz muito atarefados. Outras, ele até causa um falso senso de bem-estar, faz as lutas cessarem durante um tempo para que nós nos acomodemos na fé. E é assim que ele nos derruba. 
Lembre-se sempre de onde você veio, de onde você saiu, e do que Deus fez na sua vida para sempre se manter na fé. 
O vencedor não é o que começa, mas sim o que termina.

1 Pedro 4:7 (Alguns deveres dos crentes uns para com os outros) - Momento Leitura

“Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem de vossas orações.

1 Pedro 4:7 (Alguns deveres dos crentes uns para com os outros)

sábado, 23 de setembro de 2017

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Posto, logo existo - Por Martha Medeiros

Começam a pipocar alguns debates sobre as consequências de se passar tanto tempo conectado à internet. Já se fala em saturação social, inspirado pelo recente depoimento de um jornalista do The New York Times que afirmou que sua produtividade no trabalho estava caindo por causa do tempo consumido pelo Facebook, Twitter e agregados, e que hoje ele se vê diante da escolha entre cortar seus passeios de bicicleta ou alguns desses hábitos digitais que estão me comendo vivo.
Antropofagia virtual. O Brasil, pra variar, está atrasado (aqui, dois terços dos usuários ainda atualizam seus perfis semanalmente), pois no resto do mundo já começa a ser articulado um movimento de desaceleração dessa tara por conexão: hotéis europeus prometem quartos sem wi-fi como garantia de férias tranquilas, empresas americanas desenvolvem programas de software que restringem o acesso à web e na Ásia crescem os centros de recuperação de viciados em internet. Tudo isso por uma simples razão: existir é uma coisa, viver é outra.
Penso, logo existo. Descartes teria que reavaliar esse seu cogito, ergo sum, pois as pessoas trocaram o verbo pensar por postar. Posto, logo existo.
Tão preocupadas em existir para os outros, as pessoas estão perdendo um tempo valioso em que poderiam estar vivendo, ou seja, namorando, indo à praia, trabalhando, viajando, lendo, estudando, cercadas não por milhares de seguidores, mas por umas poucas dezenas de amigos. Isso não pode ter se tornado tão obsoleto.
Claro que muitos usam as redes sociais como uma forma de aproximação, de resgate e de compartilhamento – numa boa. Se a pessoa está no controle do seu tempo e não troca o real pelo virtual, está fazendo bom uso da ferramenta. Mas não tem sido a regra. Adolescentes deixam de ir a um parque para ficarem trancafiados em seus quartos, numa solidão disfarçada de socialização. Isso acontece dentro da minha casa também, com minhas filhas, e não adianta me descabelar, elas são frutos da sua época, sua turma de amigos se comunica assim, e nem batendo com um gato morto na cabeça delas para fazê-las entender que a vida está lá fora. Lá fora!
O grau de envolvimento delas com a internet ainda é mediano e controlado, mas tem sido agudo entre muitos jovens sem noção, que se deixam fotografar portando armas, fazendo sexo, mostrando o resultado de suas pichações, num exibicionismo triste, pobre, desvirtuado. São garotos e garotas que não se sentem com a existência comprovada, e para isso se valem de bizarrices na esperança de deixarem de ser “ninguém” para se tornarem “alguém”, mesmo que alguém medíocre.

Casos avulsos, extremos, mas estão aí, ao nosso redor. Gente que não percebe a diferença entre existir e viver. Não entendem que é preferível viver, mesmo que discretamente, do que existir de mentirinha para 17.870 que não estão nem aí.

(Martha Medeiros)

"O Vencedor", de Frei Betto: mais um livro lido

“Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve.” (Jorge Borges)


Temas Abordados pelo Livro 

1- Corrupção; 
2- Preconceito; 
3- Racismo;
4- Narcotráfico;
5- Droga;
6- Vício;
7- Conflito Familiar;
8- Crime Organizado;
9- Superação;
10- Amizade;
11- Arrependimento.

Mateus 5:44-45 (Do Amor ao próximo) - Momento Leitura

“Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelo que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai Celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuva sobre justos e injustos.”

Mateus 5:44-45 (Do Amor ao próximo)

terça-feira, 19 de setembro de 2017

"Histórias sobre Leitura", de Vários Autores: mais um livro lido

“Ler é uma viagem sem volta.
Quem duvida que tire o primeiro livro da estante e comece a ler.”


Temas Abordados pelo Livro 

1- Leitura; 
2- Tipos de Leitores; 
3- Determinação;
4- Atitude;
5- Viagem sem Sair do Lugar;
6- Desenvolvimento Intelectual.

Mateus 5:16 (Os discípulos, a luz do mundo) - Momento Leitura

“Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.”

Mateus 5:16 (Os discípulos, a luz do mundo)