sábado, 28 de fevereiro de 2015

Família - Por Noélio Duarte

Família
Todos temos,
Dela viemos.
Nela nascemos
Então crescemos.

Para uns,
a família é só o pai,
para outros, só a mãe,
muitos só têm o avô...
Mas é família: sinônimo de calor!

Tem família
que é completa,
repleta,
discreta,
seleta,
aberta...

Outra,
é engraçada,
atiçada,
afinada,
engrenada,
esforçada,
empenhada...

Mas tem família
complicada,
indelicada,
desajustada,
desacertada,
debilitada...

Família
Família é assim:
lá não temos capa
- nada nos escapa!
Máscaras, como usar?

Não, não dá pra enganar!
Às vezes, queremos fingir,
mas isso é apenas mentir...

E, é lá dentro de casa
que surge, cresce, aparece,
o lobo voraz,
o urso mordaz,
elefantes ferozes,
(com trombas e tudo)
leões velozes
com unhas e dentes
inclementes...

Família é lugar
onde convivem os diferentes:
um é risonho, outro tristonho;
um é exibido, outro inibido;
um é calado, outro exagerado;
um é cabeludo, outro testudo;
um é penteado, outro descabelado...

Família
Família é assim:
nunca é possível contentar,
pois onde há diferenças,
haverá desavenças.
Como a todos agradar?

Mas entre todos os valores
Cultivados entre nós
Há algo como uma voz
Muito enfática a dizer:
“Cultive a educação, faça lazer, haja afeição; dê carinho, tudo aos seus!
Mas o maior valor – maior até que o amor – é cultivar Deus!”


(Noélio Duarte)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Sobre o conceito de deficiência - Por Mário Quintana

 'Deficiente' é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

'Louco'
é quem não procura ser feliz com o que possui.

'Cego'
é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

'Surdo'
é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

'Mudo'
é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

'Paralítico' é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

'Diabético'
é quem não consegue ser doce.

'Anão'
é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
'Miseráveis' são todos que não conseguem falar com Deus.

 Mário Quintana

 (Escritor gaúcho: 30/07/1906 - 05/05/1994)

Livros - Por Bill Gates



quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

O Sábio e o Turista - Momento Leitura

Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egito, com o objetivo de visitar um famoso sábio.
O turista ficou surpreso ao ver que o sábio morava num quartinho muito simples e cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma cama, uma mesa e um banco.
- Onde estão seus móveis? - perguntou o turista.
E o sábio, bem depressa, perguntou também:
- E onde estão os seus?
- Os meus?! - surpreendeu-se o turista - Mas eu estou aqui só de passagem!
- Eu também - concluiu o sábio.

            "A vida na Terra é somente uma passagem... No entanto, alguns vivem como se fossem ficar aqui eternamente e se esquecem de ser felizes.”


(Autor Desconhecido)
Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

Mudança



terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Falta de escrever à mão 'pode prejudicar desenvolvimento cerebral das crianças' - Pesquisa

Pesquisa sugere que escrever à mão é mais benéfico para crianças

Uma pesquisa americana sugere que o uso excessivo de teclados e telas sensíveis ao toque ao invés de escrever à mão, com lápis e papel, pode prejudicar o desenvolvimento de crianças.
A neurocientista cognitiva Karin James, da Universidade de Bloomington, nos Estados Unidos, estudou a importância da escrita à mão para o desenvolvimento do cérebro da criança.
Para chegar à conclusão de que teclados e telas podem prejudicar este desenvolvimento, a pesquisadora estudou crianças que ainda não sabiam ler - que poderiam ser capazes de identificar letras mas não sabiam como juntá-las para formar palavras.
No estudo, as crianças foram separadas em grupo diferentes: um grupo foi treinado para copiar letras diferentes enquanto outras trabalharam com as letras usando um teclado.
A pesquisa testou a capacidade destas crianças de aprender as letras; mas os cientistas também usaram exames de ressonância magnética para analisar quais áreas do cérebro eram ativadas e, assim, tentar entender como o cérebro muda enquanto as crianças se familiarizavam com as letras do alfabeto.
O cérebro das crianças foi analisado antes e depois do treinamento e os cientistas compararam os dois grupos diferentes, medindo o consumo de oxigênio no cérebro para mensurar sua atividade.

Respostas diferentes
Os pesquisadores descobriram que o cérebro responde de forma diferente quando aprende através da cópia de letras à mão de quando aprende as letras digitando-as em um teclado.

As crianças que trabalharam copiando as letras à mão mostraram padrões de ativação do cérebro parecidos com os de pessoas alfabetizadas, que podem ler e escrever.
Escrever à mão ativa áreas diferentes do cérebro das crianças
Este não foi o caso com as crianças que usaram o teclado.
O cérebro parece ficar "ligado" e responde de forma diferente às letras quando as crianças aprendem a escreve-las à mão, estabelecendo uma ligação entre o processo de aprender a escrever à mão e o de aprender a ler.
"Os dados do exame do cérebro sugerem que escrever prepara um sistema que facilita a leitura quando as crianças começam a passar por este processo", disse James.
Além disso, desenvolver as habilidades motoras mais sofisticadas necessárias para escrever à mão pode ser benéfico em muitas outras áreas do desenvolvimento cognitivo, acrescentou a pesquisadora.

Computadores em escolas
Muitas escolas têm pressa em implantar computadores em classes com crianças cada vez mais jovens
As descobertas da pesquisa podem ser importantes para formular políticas educacionais.
"Em partes do mundo há uma certa pressa em introduzir computadores nas escolas cada vez mais cedo, isto (esta pesquisa) pode atenuar (esta tendência)", disse Karin James.
Muitas escolas americanas até já transformaram escrever à mão em uma alternativa opcional para professores. Muitos educadores não ensinam mais caligrafia.

Uma solução poderia seria usar algum programa em um tablet que simulasse o ato de escrever à mão.
Mas, pelo que a pesquisa da cientista sugere, nada parece substituir o aprendizado com a escrita à mão.

Aluno e Professor

É assim mesmo: kkkk


segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

A Lição da Águia - Momento Leitura

A águia empurrou gentilmente seus filhotes para a beirada do ninho. Pensou ela:
- Por que a emoção de voar tem de começar com o medo de cair?
O ninho estava colocado bem no alto de um pico rochoso. Abaixo, somente o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes.
- E se justamente agora isto não funcionar? – ela pensou.
Sua missão estava preste a se completar: o empurrão. A águia encheu-se de
coragem. Enquanto os filhotes não descobrirem suas asas não haverá propósito para a sua vida. Enquanto eles não aprenderem a voar, não compreenderão o privilégio que é nascer águia. O empurrão era o melhor presente que ela podia oferecer-lhes.
Era seu supremo ato de amor. Então, um a um, ela os precipitou para o abismo. E
eles voaram!
Às vezes, nas nossas vidas, as circunstâncias nos empurram para o abismo. E quem
sabe não são elas, as próprias circunstâncias, que nos fazem descobrir que temos asas para voar.
Se as coisas hoje parecem difíceis e nada parece dar certo em sua vida, ouse voar, pois quando você descobrir o propósito da sua existência em tudo que você está passando verá o quanto valeu a pena esse empurrão que vida nos deu para que assim pudéssemos crescer de verdade.


(Autor Desconhecido)
Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

O Mundo não é dos Espertos



domingo, 22 de fevereiro de 2015

Atividades em Destaque no "site" do Colégio Ômega - 2013: Palestra com Marcos Brogna (Jornalista e Professor)

Matéria: Empreendedorismo.


Atividades em Destaque no site do Colégio Ômega - 2013.

Obrigado, Equipe Colégio Ômega, pelo apoio e confiança em meu trabalho.

Veja mais sobre esse momento em:
http://profempreendedor.blogspot.com.br/2013/07/tendencias-do-mercado-de-trabalho-e.html
__________________________________________________________________


As pessoas podem duvidar do que você diz, mas acreditarão sempre no que você faz. (Ralph W. Emerson)
“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)
“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)
“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

Ser Professor - Por Gabriel Gonçalves

Ser professor é ser artista, malabarista,
Pintor, escultor, doutor, musicólogo, psicólogo...

É ser pai, mãe, irmão, avó, avô, só?
É ser palhaço, estilhaço, bagaço
É ser ciência, paciência
É ser
INFORMAÇÃO, é ser ação.

Para alguns é o Cristo,
Para outros o demônio.
Para estes, malquisto,
Para aqueles, um sonho.

É ser bússola, é ser farol,
É ser luz, é ser sol.
Impele para o bem,
Repele o mal.

Incompreendido? E muito!
Defendido? Nunca!
Seu filho passou? Claro! Ele é um gênio!
Não passou? O professor não ensinou!

Para que ser professor?
É vício ou vocação?

É uma coisa e outra,
É ter nas mãos o mundo de amanhã,
É ter nas mãos o mundo e não ter nada...


Amanhã os alunos se vão...
E ele, o mestre, de mão vazia,
Tendo partido o coração,
Olhos voltados para sua estrela guia,
Recebe novas turmas...

Novos olhinhos ávidos de cultura...
E ele, o professor, o mestre, com toda ternura.
O saber, a ciência, a orientação...
As cabecinhas novas...
(que amanhã luzirão no firmamento da Pátria)

Fica a saudade...
A amizade...
O pagamento real? Só na eternidade.

(Prof. Gabriel Gonçalves)

Audax: Mais um freguês do São Paulo F.C.



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

História sobre o Racismo - Diga NÃO ao Racismo!

O racismo é um câncer da humanidade. Até os judeus que foram odiados e massacrados na 2.ª Guerra Mundial pela Alemanha nazista de Hitler, hoje massacram os palestinos sem dó nem piedade. Tratam-nos como subgente e, no máximo, toleram os que trabalham para eles. Não dá para entender. E nem eles querem explicar.
Na África do Sul os africâneres (minoria branca de origem holandesa), que compunham 13% da população, dominavam e segregavam os outros 87% dos negros. Nelson Mandela, líder do CNA (Congresso Nacional Africano), ficou preso por 27 anos por comandar a luta contra o apartheid, o regime racista que definia onde os negros podiam ou não frequentar etc. Enfim, venceu o bom senso e a pressão internacional e o apartheid teve fim com a eleição de Mandela para a presidência do país.
Ódio e rancor contra outras raças e seus costumes são pragas mundiais que, ao que tudo indica, nunca terá um fim. Teoricamente, se meu filho é mais lindo que o seu, minha raça é melhor que a sua. Na África existe racismo de negro contra negro, porque são de etnias diferentes.
A cidade de São Paulo está passando por isso. Por ser a maior cidade do país, e centro financeiro e comercial do Brasil, todos os imigrantes se juntam por lá. No começo, como eram poucos, misturavam-se na multidão dos 14 milhões de habitantes da cidade. Mas houve uma gigantesca onda de imigração da África e da China, de forma a criarem seus guetos e praticarem seus costumes.
Os africanos, com seus hábitos bonachões, invadem as calçadas com suas músicas, suas danças, comidas e línguas. Como não entendem o que falam, isso incomoda. O mesmo se dá com os chineses que compram todo e qualquer comércio que veem pela frente. Antes só fritavam pastéis.
Hoje os chineses já são maioria em centros comerciais importantes como a rua 25 de Março, José Paulino e das lojas de roupas do Brás. É chinês a dar com pau. O maior contrabandista do Brasil, segundo as fontes da imprensa e da Polícia Federal, é o chinês Law King Shong, dono de vários shoppings de comércio barato.
Os chineses também escravizam os miseráveis bolivianos que trabalham até 16 horas por dia, com folga só no domingo, costurando roupas por salários indignos. E, sabe-se lá como explicar, todos os dias a Polícia Federal prende um monte de bolivianos que querem ir a São Paulo trabalhar nessas condições sub-humanas. São todos clandestinos, e os chineses se valem disso para explorá-los.
Mas essas histórias de racismo não impactam. O que chama atenção é o racismo do branco contra o negro. Isso se dá em virtude da escravidão e sua visibilidade mundial. Está definido que branco não gosta de negro e fim. A menos que o negro seja um Pelé ou um dos famosos craques milionários do futebol mundial. Os nossos Ronaldos, por exemplo. Na verdade não se gosta é de pobre, e como a maioria dos pobres é negra, não se gosta de negros.
Hoje recebi um e-mail antirracista, que mais parece uma lenda, mas como dizem os italianos, “si non é vero, é benne trovato”. Segue o texto da história.
“Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que estava ao lado de um passageiro negro.
Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.
- Qual o problema, senhora? - pergunta a comissária.
- Não está vendo? - respondeu a senhora - Vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você precisa me dar outra cadeira.
- Por favor, acalme-se - disse a aeromoça - infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível.
A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.
- Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe econômica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar nem mesmo na classe executiva. Temos apenas um lugar na primeira classe.
E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:
- Veja, é incomum que a nossa companhia permita a um passageiro da classe econômica se assentar na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.
E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:
- Portanto, senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe... E todos os passageiros próximos, que, estupefatos, assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns em pé.”
“Eu também aplaudiria!”, diz o título do e-mail encaminhado aos milhares para todas as pessoas. Todos querem mostrar a todos que são contra o racismo e qualquer forma de discriminação. Mas no fundo isso é uma hipocrisia muito grande.
Nós temos no Brasil um ministro negro no Supremo Tribunal Federal, Dr. Joaquim Barbosa. Um dos maiores geógrafos do mundo é o Dr. Milton Santos, brasileiro e negro. E há muitos outros negros importantes e até ricos empresários.
Mas quem olha ao redor no seu ambiente de trabalho constata que há muito poucos colegas negros. Chefes, então, são raríssimos. Os números a respeito da presença de negros em cargos de nível executivo nas maiores companhias brasileiras são de apenas 3,5%, um cenário que empresas e profissionais se acostumaram a tratar com naturalidade.


(Autor Desconhecido)
Se alguém souber o nome do autor deste texto, avise-me; para que eu possa dar os devidos créditos.

Essa é a minha cor! E daí?

Diga não ao Racismo!


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Isso é Real – Diga não ao Racismo!

Sentar ao lado de um negro?
Eu! Sentar ao lado de um negro?
Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que estava ao lado de um passageiro negro.
Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.
- Qual o problema, senhora? – pergunta uma comissária.
- Não está vendo? – respondeu a senhora.
- Vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você
precisa me dar outra cadeira.
- Por favor, acalme-se – disse a aeromoça – Infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível.
A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.
Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe
econômica.
Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar nem mesmo na classe econômica. Temos apenas um lugar na primeira classe. E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:
- Veja, é incomum que a nossa companhia permita a um passageiro da classe econômica se assentar na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um
passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.
E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:
- Portanto, senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão,
pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe...
E todos os passageiros próximos, que, estupefatos, assistiam à cena,
começaram a aplaudir, alguns de pé.


Se você é contra o racismo, compartilhe esta mensagem com seus amigos.



"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." (Marthin Luther King)


O que mais preocupa - Por Marthin Luther King



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Desejo de Ensinar e a Arte de Aprender - Momento Leitura

Ensinar não deveria ser uma ANGÚSTIA
Ensinar não deveria ser PERIGOSO
Ensinar não deveria minar a SAÚDE
Ensinar não deveria ser CASO DE POLÍCIA
Ensinar não deveria DESESPERAR
Ensinar não deveria ser de QUALQUER JEITO
Ensinar não deveria fazer DESISTIR
Ensinar não deveria ter de aceitar a FALTA DE EDUCAÇÃO FAMILIAR
Ensinar não deveria ter de ENGOLIR SAPO
Ensinar não deveria ser para ver a VIOLÊNCIA DENTRO DA SALA DE AULA
Ensinar não deveria ser para receber DESRESPEITO

Tudo isso e muito mais vai tirando um pouco, a cada dia, o desejo de ENSINAR de muitos Professores que sentem na pele, no coração e na alma as agruras da profissão.


(Rubem Alves)

Petição Inicial - Citação do Réu - Impugnação de Testemunha - Sentença - Embargos Protelatórios



terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Síntese dos Projetos que Desenvolvo nos Colégios

1) Projeto “Carta para o Futuro”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Carta%20para%20o%20Futuro%22

2) Projeto “Carta Pessoal”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Carta%20Pessoal%22

3) Projeto “A Criança de Hoje”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22A%20Crian%C3%A7a%20de%20Hoje%22

4) Projeto “O Adolescente de Hoje”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22O%20Adolescente%20de%20Hoje%22

5) Projeto “O Adulto de Amanhã”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22O%20Adulto%20de%20Amanh%C3%A3%22

6) Projeto “O Idoso de Depois de Amanhã”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22O%20Idoso%20de%20Depois%20de%20Amanh%C3%A3%22

7) Projeto “Pequenos Escritores, Grandes Poetas”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Pequenos%20Escritores

8) Projeto “Quem Serei: minha futura profissão”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Quem%20Serei%3A%20Minha%20Futura%20Profiss%C3%A3o%22

9) Projeto “Da Teoria à Prática: Entrevista”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Da%20teoria%20%C3%A0%20pr%C3%A1tica%3A%20Entrevista%22

10) Projeto “Natal Solidário”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Natal%20Solid%C3%A1rio%22

11) Projeto “Café Literário”

12) Projeto “Inclusão Digital”
http://profempreendedor.blogspot.com.br/search/label/Projeto%20%22Natal%20Solid%C3%A1rio%22

13) Projeto “Pais Empreendedores, Filhos Empreendedores”


14) Projeto "Café Empreendedor"

15) Projeto "Empreendedor Júnior"

R.G. - Atenção Pais (Informativo)



segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Curso de Gramática e Técnica de Redação para Concurso Público, ENEM, ETEC, Vestibular etc: Cronograma de Aulas

Curso de Gramática e Técnica de Redação para Concurso Público, ENEM, ETEC, Vestibular etc.

Planejamento de Aulas – 2015
Dias de Aula

1º Semestre

Fevereiro       23;
Março            02, 09, 16, 23 e 29
Abril               06, 13 e 27;
Maio               04, 11, 18 e 25;
Junho            1.º, 08, 15, 22 e 29;
Julho             Férias.


2º Semestre

Agosto           03, 10, 17, 24 e 31;
Setembro       14, 21 e 28;
Outubro         05, 11, 19 e 27;
Novembro      09, 16, 23 e 30;
Dezembro      07 e 13.

Obs.:
O dia para o pagamento ficará a critério do aluno, desde que esteja dentro das datas de aula.

            Os Recibos e os Relatórios de Aula serão enviados ao final de cada mês por e-mail.
           
Matricule-se Já!!!
Todas as Segundas-feiras:
Das 19h às 21h

Certificado ao final de cada módulo.
===Imperdível===
R$ 170,00/mês

 Local: R. São Bernardo, nº.: 108
Boqueirão – Praia Grande-SP.
11.701-240





Habilidades Desenvolvidas no aluno
- Respeito a si e ao próximo;
- Interpretação de texto;
- Autonomia no estudo;
- Hábito de Leitura;
- Concentração;
- Disciplina;
- Postura;
- Síntese;
- etc.

Conteúdo Programático do Curso

Ø Leitura
Leitura Silenciosa
ü  De uma a duas leituras prévias (leitura de reconhecimento);
ü  Nesta etapa o aluno treina também a concentração, tanto em um ambiente silencioso quanto em ambiente com um pouco de barulho/ruído;
ü  Postura para ler;
ü  Leitura de textos diversos e trechos de livros ou livros inteiros.

Leitura Oral
ü  Dicção (pronúncia das palavras);
ü  Entonação (modulação de voz; tom; inflexão);
ü  Postura (locais adequados; distância do que se está lendo para os olhos);
ü  Pontuações (pausas).
  
Ø     Gramática
ü  Ortografia;
ü  Letra e Fonema;
ü  Regras de Acentuação;
ü  Classes Gramaticais (Classes de Palavras);
ü  Emprego do Hífen;
ü  Estrutura e Formação das Palavras;
ü  Frase, Oração e Período;
ü  Termos Essenciais da Oração;
ü  Termos Integrantes da Oração;
ü  Termos Acessórios da Oração;
ü  Vocativo;
ü  Tipos de Período;
ü  Orações Coordenadas e Subordinadas;
ü  Concordância Nominal e Verbal;
ü  Regência;
ü  Crase;
ü  Pontuação;
ü  Figuras e Vícios de Linguagem;
ü  Palavras e/ou expressões que geram dúvidas.

Ø     Técnica de Redação e Produção Textual
ü  Tipos de Textos (Descrição – Narração e Dissertação);
ü  Gêneros Textuais (Crônica, Conto, Poema, Música, Artigo, Currículo, Propaganda, Carta Pessoal, Romance, Dissertação Tradicional, Acróstico, Autorretrato, Receita, Carta Argumentativa...);
ü  Técnicas de Redação;
ü  Produção e Interpretação de Textos.

Ø Agenda
ü  Organização;
ü  Lembrar de olhar a agenda todos os dias (de segunda a segunda).

Ø     Postura
ü  Como se sentar à mesa na hora do estudo;
ü  Vícios (mão na cabeça; enrolando o cabelo...).
  
Ø     Alongamento
ü  Despertar (antes, durante e após aula).
Às vezes, durante a aula, o aluno sente sono ou até mesmo cansaço. Contudo, fazendo um alongamento simples, “todo” o corpo desperta.

Ø    Bate-papo
ü  Dicção;
ü  Entonação;
ü  Vícios de linguagem e gírias;
ü  Sempre que se fizer necessário debater ou comentar situações cotidianas. Com isso poderei analisar ainda mais a dicção, entonação, vício de linguagem, conhecimento de mundo etc.

Ø     Exercícios
ü  Cerca de trinta exercícios para cada assunto.

Ø     Organização
ü  Arrumar o material antes das aulas particulares;
ü  Arrumar o material escolar antes de ir à escola.


Ø Autonomia de estudo
ü  Fazer com que o aluno seja autoconfiante, autônomo, independente. Que entenda que já é difícil com os estudos, sem ele fica quase impossível se dar bem na vida.
ü  Autocorreção (O aluno torna-se revisor do próprio texto).

Ø     Disciplina
ü  Horários para estudos e lazer;
ü  Estudo com meta (conscientização);
ü  Avanço somente após o domínio do conteúdo que estiver sendo visto.

Ø     Respeito a si e ao próximo
ü  Sociabilização (Entrosamento com os colegas de classe e Professo: Relação Aluno X Professor, Professor X Aluno (respeito/autoridade/amizade)).

  
O aluno é como um diamante bruto que precisa ser lapidado.



Aos Pais
* Para alunos menores de 18 anos, envio por e-mail de:
- textos de diversos gêneros e informativos;
- Recibos de Pagamento;
- Relatórios de Aula.
_____________________________________________________________

“Aprendam o que é ensinado a vocês.” (Provérbios 8:33)

“O que ensina, esmere-se no fazê-lo.” (Romanos 12:7)