domingo, 16 de junho de 2013

Amor Verdadeiro (Momento Leitura)

          Um idoso chegou ao consultório para fazer um curativo em sua mão, onde havia um corte. E pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso. O médico perguntou o que tinha de tão urgente para fazer. O simpático velhinho disse que todas as manhãs visitava sua esposa num lar de idosos, com mal de Alzheimer muito avançado. O médico, preocupado, disse:
- Então ela ficará preocupada com a sua demora?
O velhinho respondeu:
- Ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos não me reconhece mais.
O médico questionou:
- Mas para que tanta pressa, se não o reconhece mais?
O velhinho deu um sorriso e respondeu:
- Ela não sabe quem sou, mas eu sei muito bem quem ela é!
O médico segurou suas lágrimas enquanto pensava: “Esse tipo de Amor quero para a minha vida.”

O Verdadeiro Amor não se resume ao físico ou ao romântico, é a aceitação de tudo o que o outro é... do que foi... do que será... e do que já não é mais!
DEUS espera encontrar esse tipo de Amor em nós. Esse Amor glorifica a DEUS, pois pessoas não são apenas aquilo que encontramos hoje, são eternas. Amá-las e abençoá-las tem valor eterno.

Pai eterno, dá-nos do teu Amor para que possamos refletir o teu coração aos que estiverem ao nosso alcance.
Amém!

(Autor desconhecido)
 Obs.: Se alguém descobrir o Autor deste texto, avise-me; para que seja dado o devido crédito.

2 comentários:

  1. Adorei professor! Pena que não existe amor assim há anos... Muito legal!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Esterzinha.
    Este amor existe dentro de nós; o que basta é colocarmos para fora!
    Abraços.

    ResponderExcluir