sábado, 25 de abril de 2015

HISTÓRIA SEM HISTÓRIA - Momento Leitura


Havia um importante serviço a ser feito e Todo Mundo estava certo de que Alguém faria. Qualquer Um poderia tê-lo feito, mas Ninguém pensou na hipótese. Alguém reclamou, porque o serviço era para Todo Mundo, mas o Mundo estava certo de que Qualquer Um o faria. Só que Ninguém podia imaginar que Todo Mundo iria tirar o corpo fora.
Por fim, Todo Mundo terminou culpando Alguém, porque Ninguém fez o que Qualquer Um poderia ter feito.

Texto recebido no Congresso sobre Evasão e Repetência,

ocorrido em Belo Horizonte, Minas Gerais, Junho, 1985.

Nenhum comentário:

Postar um comentário